Modal Dutoviário, Trabalhos de Engenharia de Petróleo
igor-s-de-aquino-ferreira-5
igor-s-de-aquino-ferreira-5

Modal Dutoviário, Trabalhos de Engenharia de Petróleo

12 páginas
50Números de download
1000+Número de visitas
100%de 0 votosNúmero de votos
1Número de comentários
Descrição
Trabalho de ambientes Downstream
80 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 12
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 12 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 12 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 12 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 12 páginas
Slide 1

Tecnólogo de Petróleo de P&G

Ambiente Downstream

A Importância do Modal Dutoviário na Indústria do Petróleo & Gás

Igor Ferreira, Karen Paiva, Luciano Barros, Maria Fernanda Ribeiro e Paulo Pereira

Definição de Transporte Dutoviário

• Duto é o nome dado as tubulações que transportam

grandes quantidades de petróleo e seus derivados. É a

forma mais segura de transporte de grandes volumes

do produto a grandes distâncias. (Sandro Fernandes, 2010)

Figura1

Modal Dutoviário

Histórico do Modal

• Primeiro oleoduto para transporte de

hidrocarbonetos – 1865

• 1930 início do transporte de produtos

refinados nos EUA

• Início em 1942 no Estado da Bahia

• Criação ORBEL na década de 60

• Em 1977 entra em operação TEBIG

• Tecnologia associada a sustentabilidade

Transporte Dutoviário no Brasil

• Malha dutoviária atual transporta

petróleo e derivados, possui

aproximadamente 11,4 mil Km de

extensão, sendo: 7 mil km de

oleodutos e 4,4 mil km de gasodutos

• Previsão para 2012, construção de

mais 5,8 mil Km de malha

dutoviária, 2,1 mil Km de novos

oleodutos e polidutos e 2,8 mil Km de

novos gasodutos

Malha dutoviária Brasileira

Figuras 2 e 3

Características das Dutovias • Agilidade

• Segurança

• Baixa flexibilidade

• Continuidade do fluxo

• Economia de transmissão em larga escala e longas distâncias

• Reduzida possibilidade de avaria

• Reduzida possibilidade de perda de produto

• Não é indicado para pequenos volumes e distâncias curtas

Classificação dos dutos conforme função desempenhada

Transporte • São considerados dutos de

Interesse Geral, ou seja, possui vários clientes como destino. Transportam petróleo e seus derivados e gás natural

Transferência • São considerados dutos de

Interesse Específico ou Exclusivo do proprietário, ou seja, interessam somente a uma entidade, senão até duas entidades distintas.

Os dutos também são classificados quanto ao produto transportado: Oleodutos, Gasodutos e Polidutos.

Classificação dos Dutos - Submarino

• Utilizada no transporte da produção de petróleo das plataformas para as refinarias ou tanques

• Maior parte da tubulação está submersa • Tubulação Emissário Submarino da Praia Grande

Foto duto submarino figura 4

Terrestre Figura 06

Subterrâneos

Aéreos

Aparentes

Figura 05

Figura 07

Modal Dutoviário e o Meio Ambiente • Todo empreendimento da Indústria do Petróleo deve elaborar um EIA – Estudo do

Impacto Ambiental, que é a análise detalhada de cada impacto que o projeto causará,

e o RIMA – Resumo do Estudo de Impacto Ambiental, que são submetidos a

aprovação do Órgão Estadual e ou Federal.

• Para haver o licenciamento e operações ambientais ocorrerá:

Diagnóstico→Prognóstico→Mitigação→Monitoramento

• RESULUÇÃO CONAMA 01 de 23 de janeiro de 1986: Considera-se impacto

ambiental qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio

ambiente, causadas pelo homem.

Figura 08

Logística empregada no Projeto de Dutovias

Acidentes Ambientais Figura 09 Figura 10

Figuras 11e 12

Conclusão

Concluimos que o modal dutoviário atualmente corresponde a 34% do

transporte de derivados de petróleo no país, perde apenas para o modal

aquaviário. É o transporte mais seguro, mais rápido, possui o menor

custo e o menor impacto ambiental. Ele é adequado a grandes volumes

e longas distâncias.

As principais causas de acidentes neste modal são a falta de sinalização,

falta de manutenção e vandalismo.

Desta forma, verificamos que o modal dutoviário alia sustentabilidade,

menor impacto ambiental, autonomia energética e eficiência.

Bibliografia

• www.criativatransp.com.br/.../petrobras_1.jpg (fig.10) • www.revistafator.com/imagens/fotos/dutos3 (fig.01) • Site anp (fig.02 e 03) • http://www.jornalvicentino.com.br/home/wp-content/uploads/2009/03/sabesp3.jpg

(fig.04) • Site transpetro (fig.05) • Imagem retirada site

http://www.damianicomunicacao.com.br/aaser/imagens/sistemas_minas- rio_duto1.jpg (fig.06)

parabens pelo trabalho
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 12 páginas