Nitrocelulose, Slides de Engenharia de Processos. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
renata_guimar_es
renata_guimar_es16 de Novembro de 2015

Nitrocelulose, Slides de Engenharia de Processos. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

PPT (3 MB)
33 páginas
2Números de download
375Número de visitas
Descrição
Descriçao e historico da nitrocelulose
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 33
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 33 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 33 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 33 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 33 pages
baixar o documento
Apresentação do PowerPoint

Tecnologia de

Nitrocelulose

Cia. Nitro Química Brasileira

Grupo Votorantim Cia Nitro Química Nitrocelulose

Histórico Tecnologia de Produção Capacitação Tecnológica

Tópicos

Grupo Votorantim

Fundado em 1918 100% controle familiar Um dos maiores conglomerados industriais privados da América Latina Empresas líderes de mercado ou com participação

destacada nos setores em que atuam Contribuição expressiva para as exportações brasileiras

Produção anual (toneladas) Nitrocelulose: 35.000

Ácido Fluorídrico: 16.900 Fluoreto de Alumínio: 16.000

Ácido Sulfúrico: 230.000 Fluorita: 35.000

Fundação: 1937 Produção de fios de Rayon São Paulo - Brasil

Atualmente: Um dos mais importantes fabricantes de nitrocelulose mundiais. Exportação para 56 países.

Nitrocelulose Início de produção: década de 30 Nova planta:1984 Atualização tecnológica: Outubro de 1999 Tecnologia Alemã (State-of-the-Art) Capacidade de produção: 35.000 ton./ ano Certificação ISO 9001/2000 (ABS) Produtos de alta qualidade: lacas e vernizes, seladoras, couro, tintas para impressão gráfica, repintura de automóveis, cosméticos, entre outros Atuação: Mercado internacional

Nitrocelulose

Processo de produção industrial nãoLibera subprodutos indesejáveis

Não polui o meio ambiente. Segura quando armazenada e manuseada de maneira

apropriada Produzida com matérias-primas renováveis.

Aplicações de Nitrocelulose

Tecnologia de Produção

da Nitrocelulos

e

Matérias-primas

Matérias-primas

Matérias- primas • Ácido Nítrico; • Ácido Sulfúrico; • Celulose.

Mistura Sulfonítrica = Ácido Sulfúrico + Ácido Nítrico + Água

Desagregação da Celulose

Moinho de Martelo

Sil o

Balança

Detector de Metais

Pré-Nitrador

Mistura Sulfonítrica

Fluxograma de Produção da Nitrocelulose

Desagregação da Celulose

Moinho de Martelo

Sil o

Balança

Detector de Metais

Pré-Nitrador

Mistura Sulfonítrica

Fluxograma de Produção da Nitrocelulose

Nitração

Nitração

Remoção de ácidos

Nitradores SpentAcid

Água

Fluxograma de Produção da Nitrocelulose

1,5

1,8

2,1

2,4

2,7

3,0

10,5 11,0 11,5 12,0 12,5 13,0 13,5 14,0 Teor de Nitrogênio, %

G ra

u de

S ub

st itu

iç ão

AN Militar

BN

Grau de Substituição da Nitrocelulose

Nitração da Celulose

Celulose

Nitrocelulose OH

CH2ONO2

CH2ONO2

OH

ONO2

ONO2

O O

n

O

OH

CH2OH

CH2OH

OH

OH

OH

O O

n

O

HNO3 H2SO4 H2O

O

O

Nitração da Celulose Grau de Substituição da Nitrocelulose

1,5

1,8

2,1

2,4

2,7

3,0

10,5 11,0 11,5 12,0 12,5 13,0 13,5 14,0

Teor de Nitrogênio, %

Gr au

d e

Su bs

tit ui

çã o

9,8

10

10,2

10,4

10,6

10,8

11

11,2

11,4

11,6

0 10 20 30 40 50

Tempo, min.

% d

e Ni

tro gê

ni o

Celulose de Madeira

Celulose de linter

Velocidade de Nitração

Digestão

Digestão e Homogeneização

Digestor Refinador

Homogeneizador

Fluxograma de Produção da Nitrocelulose

Digestão da Nitrocelulose

Temperatura Pressão

Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2

Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2

Glicose-NO2Glicose-NO2Glicose-NO2

Hidrólise

Digestão da Nitrocelulose

Temperatura Pressão

CH2ONO2 O

O

O

O

CH2ONO2ONO2

ONO2

OH OH

CH2ONO2 O

O

O

O

CH2ONO2ONO2

ONO2

OH OH

CH2ONO2 O

O

ONO2

OH

CH2ONO2 O

O

O

O

CH2ONO2ONO2

ONO2

OH OH OH

CH2ONO2 O

O

O

O

CH2ONO2ONO2

ONO2

OH OHOH OH

CH2ONO2 O

O

ONO2

OHOH

H2O

Digestão da Nitrocelulose

Controle de Viscosidade da Nitrocelulose

0 1 2 3 4 5 6

1 2 3 4 5

Tempo

Vi sc

os id

ad e

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 33 pages
baixar o documento