Orientaes gerais TCC, Teses (TCC) de Arqueologia
igor-machado-6
igor-machado-6

Orientaes gerais TCC, Teses (TCC) de Arqueologia

27 páginas
50Números de download
1000+Número de visitas
100%de 0 votosNúmero de votos
1Número de comentários
Descrição
tcc
90 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 27
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 27 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 27 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 27 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 27 páginas
Orientações gerais.doc

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO – TCC

Almério Melquíades de Araújo Coordenador de Ensino Técnico

Ivone Marchi Lainetti Ramos Professora Responsável

COORDENADORIA DE ENSINO TÉCNICO

CETEC - 2007

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 2

Sumário

TCC – Princípios e Orientações Gerais 3

Regulamento do TCC 11

Sistema de Acompanhamento e Avaliação do TCC 15

Bibliografia Recomendada ao Professor 20

Manual do TCC 21

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 3

I. PRINCÍPIOS E ORIENTAÇÕES GERAIS

1. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - BASE METODOLÓGICA PARA

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO

O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC configura-se em uma atividade

escolar de sistematização do conhecimento sobre um objeto de estudo pertinente à

área de formação profissional. Tal atividade, que representa o resultado de um

estudo, revela conhecimento a respeito do tema escolhido emanado do

desenvolvimento dos diferentes Componentes Curriculares da Habilitação

Profissional.

A perspectiva de desenvolvimento do TCC no ensino técnico permitirá a

formação de profissionais criativos, aptos para o atendimento das diferentes

demandas que a prática profissional lhes impõe. Por trazer como proposta uma

formação profissional pautada na interação da teoria com a prática, o TCC

privilegia o aprender por meio do fazer. Em um ensino reflexivo, baseado no

processo de reflexão-na-ação, estimula a adoção de uma postura pró-ativa a partir

da interação professor-aluno em diferentes situações práticas.

O TCC, uma vez tratado como promotor da reflexão-na-ação, oferecerá a

possibilidade de introdução de um modelo renovador para o processo de ensino e

aprendizagem.

Para tanto, torna-se necessária a vinculação do ensino oferecido no

ambiente escolar com o mundo do trabalho e com a prática social do educando, de

maneira a refletir a essência atribuída a todos os programas de formação

profissional pela atual LDB. A articulação da escola com a comunidade torna-se

imprescindível e deverá ser assumida pela Unidade de Ensino como premissa para

o desenvolvimento de seu Projeto Pedagógico. A prática profissional necessária

para formação de técnicos deve ser entendida como procedimento didático

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 4

integrante do Projeto Pedagógico da escola, contemplando estratégias de

implantação, desenvolvimento e avaliação, conforme os objetivos estabelecidos.

A atualidade da educação profissional de nível técnico depende

primordialmente da aferição simultânea das expectativas dos indivíduos, das

demandas do mundo do trabalho e da sociedade, além das conjunturas

socioeconômicas regionais. Portanto, aproximação da comunidade escolar aos

diferentes segmentos da comunidade externa, seja na forma de oportunidades de

estágio, seja na forma de parcerias para realização de projetos, permitirá a

incorporação de novos conhecimentos, de novas metodologias voltadas ao

desenvolvimento de competências atitudinais, cognitivas e laborais.

O desenvolvimento do TCC no ensino técnico tem como pressuposto a

articulação e a integração dos diferentes componentes curriculares com as

experiências cotidianas, vivências profissionais e avanços do setor produtivo,

ratificando, retificando e / ou ampliando o campo de conhecimento.

ENSINO TÉCNICO

MUNDO DO TRABALHO Aplicabilidade

(pesquisa e desenvolvimento de

projetos)

SISTEMÁTICA DE ARTICULAÇÃO E CORRELAÇÃO DOS DIFERENTES COMPONENTES CURRICULARES COM AS EXPERIÊNCIAS PRÁTICAS,

DENTRO E FORA DA ESCOLA, PARA RATIFICAR, RETIFICAR E/OU AMPLIAR O CAMPO DE CONHECIMENTO.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 5

2. OBJETIVOS

2.1 OBJETIVO GERAL

Estabelecer um sistema que promova e consolide a integração do ensino com o

mundo do trabalho.

2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

I.Oferecer educação profissional por meio de mecanismos que garantam a

contextualização de currículos;

II.Promover a efetiva interdisciplinaridade no desenvolvimento das atividades

escolares;

III.Promover a interação da teoria e da prática, do trabalho e da educação;

IV.Possibilitar o acompanhamento e o controle das práticas desenvolvidas

pelos alunos, na própria escola ou nas instituições parceiras, permitindo a

verificação do desempenho dos alunos, segundo as competências

estabelecidas no Plano de Curso;

V.Proporcionar experiências práticas específicas aos alunos por meio do

desenvolvimento de projetos experimentais, de intervenção, de

desenvolvimento de produto ou de pesquisa, promovendo a integração com

o mundo do trabalho e o convívio sócio-profissional;

VI.Propiciar ao aluno o domínio das bases norteadoras da profissão de forma

ética e compatível com a realidade social, desenvolvendo valores inerentes à

cultura do trabalho;

VII.Promover a autonomia na atividade de produção de conhecimento

científico;

VIII.Oferecer condições para que todos os alunos possam desenvolver as

competências estabelecidas no Plano de Curso.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 6

3. DESCRIÇÃO

A sistematização do conhecimento sobre um objeto de estudo pertinente à

profissão, desenvolvido mediante controle, orientação e avaliação docente,

permitirá aos alunos o conhecimento do campo de atuação profissional, com suas

peculiaridades, demandas e desafios.

Ao considerar que o efetivo desenvolvimento de competências implica na

adoção de sistemas de ensino que permitam a verificação da aplicabilidade dos

conceitos tratados em sala de aula, torna-se necessário que cada escola, atendendo

as especificidades dos cursos que oferece, crie oportunidades para que os alunos

construam e apresentem um produto final – Trabalho de Conclusão de Curso –

TCC.

O TCC deverá envolver necessariamente uma pesquisa empírica, que somada à

pesquisa bibliográfica dará o embasamento prático e teórico necessário para o

desenvolvimento do trabalho. A pesquisa empírica deverá contemplar uma coleta

de dados, que poderá ser realizada no local de estágio supervisionado, quando for

o caso, ou por meio de visitas técnicas e entrevistas com profissionais da área.

O desenvolvimento do TCC pautar-se-á em pressupostos interdisciplinares,

podendo exprimir-se por meio de um trabalho escrito ou de uma proposta de

projeto. Caso seja adotada a forma de proposta de projeto, os produtos poderão

ser compostos por elementos gráficos e/ou volumétricos (maquetes ou protótipos)

necessários à apresentação do trabalho, devidamente acompanhados pelas

respectivas especificações técnicas; memorial descritivo, memórias de cálculos e

demais reflexões de caráter teórico e metodológico pertinentes ao tema.

A temática a ser abordada deve estar contida no âmbito das atribuições

profissionais da categoria, sendo de livre escolha do aluno.

Caberá a cada escola definir, por meio de regulamento específico, as normas e

orientações que nortearão a realização do Trabalho de Conclusão de Curso,

conforme a natureza e o perfil de conclusão da habilitação profissional.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 7

4. ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS

A orientação do desenvolvimento do TCC ficará por conta do professor

responsável pelos Componentes Curriculares Planejamento de Projetos (TCC), no

2º módulo, e Desenvolvimento de Projetos (TCC), no 3º módulo.

5. AVALIAÇÃO DO TCC

A avaliação do Trabalho de Conclusão de Curso deverá considerar,

basicamente, os seguintes aspectos:

- cumprimento do cronograma proposto;

- pertinência e atualidade do tema;

- visibilidade técnica e econômica da proposta;

- formatação do trabalho.

Professor Orientador de Estágio

Professores dos Componentes Curriculares Planejamento (2º Mód) e

Desenvolvimento (3º Mod.)

Alunos que realizam estágio ou trabalham na área

Alunos que não realizam estágio

BANCA DE VALIDAÇÃO

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 8

O aluno será considerado concluinte do curso técnico quando cumprir todas as

etapas supracitadas e obtiver aprovação em todos os Componentes Curriculares.

5.1 COMPETÊNCIAS GERAIS DESENVOLVIDAS NO TCC

5.1.1 Competências pessoais / atitudinais

Tomar decisões com crescentes graus de autonomia intelectual.

Trabalhar em equipe no desenvolvimento de projetos.

Adotar postura adequada, baseada em princípios éticos, no trato com

cliente/comunidade e com outros profissionais da equipe de trabalho.

Comunicar idéias de forma clara e objetiva

5.1.2 Competências cognitivas e laborais

Analisar uma situação-problema e sistematizar informações relevantes para

sua solução.

Articular o conhecimento científico e tecnológico numa perspectiva

interdisciplinar.

Formular hipóteses e prever resultados.

Identificar soluções alternativas para diferentes problemas.

Associar conhecimentos e métodos científicos com a tecnologia do sistema

produtivo e dos serviços.

Agregar valor às atividades desenvolvidas, potencializando os resultados de

maneira inovadora e criativa.

6. CARGA HORÁRIA Os cursos técnicos do CENTRO PAULA SOUZA apresentam, em sua maioria,

uma carga horária total de 1500 horas-aula. Para orientação, acompanhamento e

avaliação dos Trabalhos de Conclusão de Curso, cada habilitação contará com 100

horas-aula, sendo 40 horas-aula no Módulo II e 60 horas-aula no Módulo III.

O aluno ainda terá 120 horas certificadas no Histórico Escolar referentes à

realização do TCC, por envolver necessariamente uma dedicação extra-classe.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 9

Portanto, no Histórico Escolar do aluno será certificada a seguinte carga

horária:

1) 1500 horas-aula referentes à somatória da carga horária de todos os

Componentes Curriculares;

2) 120 horas relativas ao desenvolvimento extra-classe do TCC;

3) caso o aluno realize estágio supervisionado, será lançada a carga horária total

das horas estagiadas.

Carga Horária do Componente Curricular - 100 horas Módulo II – 40 horas Módulo III – 60 horas

HISTÓRICO ESCOLAR

1500 HORAS – COMPONENTES CURRICULARES

CARGA HORÁRIA DE ESTÁGIO 120 HORAS DE TCC

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 10

CURSO TÉCNICO

ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Obrigatórias)

ATIVIDADES SUPLEMENTARES

(Opcionais)

1º M

ód ul

o

Estágio Supervisionado

2º M

ód ul

o

TCC

Pesquisa Empírica (entrevistas, visitas técnicas, eventos).

Pesquisa Bibliográfica

(referenciais teóricos, normas técnicas, especificações etc.)

Estágio Supervisionado

3 º M

ód ul

o

TCC

Pesquisa Empírica (entrevistas, visitas técnicas, eventos).

Pesquisa Bibliográfica

(referenciais teóricos, normas técnicas, especificações etc)

Trabalho Escrito

Apresentação – Banca de validação

Estágio Supervisionado

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 11

II. REGULAMENTO DO TCC

REGULAMENTO GERAL DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

(minuta versão JUNHO de 2007)

CAPÍTULO I - Conceituação e Objetivos

Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC constitui-se numa atividade

acadêmica de sistematização do conhecimento sobre um objeto de estudo pertinente à

profissão, desenvolvida mediante orientação, controle e avaliação docente, cuja

exigência é requisito essencial e obrigatório para obtenção do diploma de técnico.

§1º - Entende-se por atividades acadêmicas aquelas que articulam e inter-relacionam

os componentes curriculares com as experiências cotidianas, dentro e fora da escola,

para ratificar, retificar e/ou ampliar as competências desenvolvidas.

§2º - Conforme a natureza e o perfil do profissional que pretende formar, cada

Habilitação Profissional definirá, por meio de regulamento específico, a modalidade de

TCC, quais sejam:

1)trabalho escrito, conforme estrutura definida;

2)protótipo com Manual Técnico;

3)maquete com Memorial Descritivo;

4)outras.

§3º - Preferencialmente, o TCC deverá ser elaborado e desenvolvido em equipe.

§4º - O processo de elaboração do TCC terá início no 2º Módulo, devendo ser concluído

no final do 3º Módulo.

Art. 2º - São objetivos do TCC:

I.oferecer educação profissional por meio de mecanismos que garantam a

contextualização de currículos;

II.promover a efetiva interdisciplinaridade no desenvolvimento do trabalho;

III.promover a interação da teoria e da prática, dotrabalho e da educação;

IV.possibilitar o acompanhamento e o controle das práticas desenvolvidas pelos

alunos, na própria escola ou nas instituições parceiras, permitindo a verificação

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 12

do desempenho dos alunos, segundo as competências estabelecidas no Plano de

Curso;

V.proporcionar experiências práticas específicas aos alunos por meio do

desenvolvimento de projetos de intervenção, promovendo a integração com o

mundo do trabalho e o convívio sócio-profissional;

VI.propiciar ao aluno o domínio das bases norteadoras da profissão de forma ética e

compatível com a realidade social, desenvolvendo valores inerentes à cultura do

trabalho;

VII.promover a autonomia na atividade de produção de conhecimento científico.

CAPÍTULO II - Da Regulamentação

Art. 3º - Os Trabalhos de Conclusão de Curso serão regidos por regulamento próprio da

U.E., aprovado pelo Conselho de Escola, atendidas as disposições da Coordenadoria de

Ensino Técnico – CETEC, e constar no Plano Escolar.

§1º - O Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso da U.E.deverá definir

basicamente:

I.modalidades e objetivos;

II.normas para desenvolvimento do TCC;

III.normas para definição do cronograma de apresentação dos trabalhos, prazos

para entrega dos trabalhos e para divulgação da composição das Bancas de

Validação e outros;

IV.critérios de avaliação;

V.instrumentos para orientação, controle e avaliação dos trabalhos.

CAPÍTULO III – Da Organização Administrativa e Didática

Art. 4º - O Coordenador de Área será responsável pela operacionalização e permanente

avaliação das atividades docentes e discentes.

§1º - Compete ao Coordenador de Área:

I.articular-se com a Direção da U.E. e responsáveis pelos departamentos

envolvidos para compatibilizar diretrizes, organização e desenvolvimento dos

trabalhos;

II.convocar, sempre que necessário, os docentes para discutir questões relativas à

organização, planejamento, desenvolvimento e avaliação do TCC;

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 13

III.acompanhar o processo de constituição da Banca de Validação e de definição do

cronograma de apresentação dos trabalhos a cada período letivo;

IV.delimitar as áreas de conhecimento do TCC em conjunto com os professores da

habilitação.

CAPÍTULO IV – Da Orientação

Art. 5º - A orientação dos trabalhos entendida como processo de acompanhamento

didático pedagógico, será de responsabilidade de todos os docentes da habilitação,

cabendo aos responsáveis pelos componentes curriculares específicos do TCC a

promoção da articulação e da integração dos demais componentes curriculares.

§1º - Os docentes do Componente Curricular específico do TCC terão como principais

atribuições:

I.atualizar, em conjunto com a equipe escolar, regulamentações específicas

complementares do TCC da Habilitação Profissional;

II.construir um lastro teórico sobre Metodologia Científica para Elaboração de

Projetos para fundamentar o planejamento e o desenvolvimento dos trabalhos dos

alunos;

III.orientar especificamente o desenvolvimento de cada trabalho no que se refere à

problematização, delimitação do projeto, construção de hipótese(s), referenciais

teóricos, fontes de pesquisa, cronograma de atividades, identific ação de recursos

etc.

IV.informar aos alunos sobre as normas, procedimentos e critérios de avaliação;

V.acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos, segundo cronograma estabelecido;

VI.avaliar o TCC em suas diferentes etapas (avaliação parcial e final)

VII.encaminhar o TCC à Banca de Validação, em caso de aprovação;

VIII.organizar o processo de constituição da Banca de Validação e definir o cronograma

de apresentação de trabalhos;

IX.divulgar, por meio de documentos internos datados e assinados, relação de

alunos, respectivos temas dos trabalhos e composição da Banca de Validação;

X.presidir a Banca de Validação dos trabalhos da sua turma

XI. elaborar a ata da Banca de Validação, constando os pareceres emitidos sobre

cada trabalho, devidamente assinada por todos os integrantes.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 14

CAPÍTULO V – Da Avaliação

Art. 6º – A avaliação do TCC envolve a apreciação:

I.do desenvolvimento do TCC;

II.do trabalho escrito;

III.da demonstração do produto e/ou materiais resultantes do trabalho realizado,

quando for o caso;

IV.da apresentação oral.

CAPÍTULO VI – Da Banca de Validação

Art. 7º - A Banca de Validação terá como composição básica o Professor Responsável

pelo Componente Curricular Desenvolvimento do TCC, como seu presidente, e mais dois

professores da U.E.

§1 º - Os critérios para composição da Banca de Validação dos trabalhos serão

definidos no regulamento de cada Habilitação Profissional.

§2 º A critério da Coordenação de Área, poderá, ainda, integrar a Banca de Validação

docente de outra instituição de ensino ou profissional do setor produtivo considerado

autoridade na temática do TCC a ser apreciado.

Art. 8º Os casos omissos serão resolvidos pela Direção da U.E.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 15

III. SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DO TCC

A avaliação deverá ser realizada em todas as etapas de desenvolvimento

do trabalho, quais sejam:

concepção e desenvolvimento das atividades, conforme cronograma

estabelecido pela equipe escolar;

apresentação do escopo mínimo do trabalho (qualificação);

entrega do trabalho completo;

apresentação formal perante a Banca de Validação.

O que avaliar Critérios de Desempenho Quem avalia

PROCESSO - Pontualidade

- Assiduidade

- Divisão de tarefas

- Participação individual

TRABALHO ESCRITO - Formatação

- Conteúdo (fundamentação

teórica e linguagem técnica)

Professor Responsável

EQUIPE - Domínio Técnico

- Apresentação

PROJETO - Atendimento às justificativas

- Aplicabilidade no mercado

(viabilidade técnica e

econômica)

- Promoção do desenvolvimento

profissional

Banca de Validação

PRODUTO - Funcionalidade

- Criatividade

- Organização

- Apresentação

Banca de Validação e/ou

Comunidade (exposição

aberta ao público e

autoridades)

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 16

FORMULÁRIO PARA GERENCIAMENTO DO TCC

REGISTROS DA AVALIAÇÃO1 Habilitação Profissional Módulo/ Turma APRESENTAÇÃO DO TRABALHO Professor Responsável

CRITÉRIOS

MB B R I

TEMA Atendimento da forma (padrão definido)

Aluno(s) Coerência e consistência teórico-metodológica (justificativa, objetivos, referencial teórico, metodologia, análises e resultados).

Data Atividades realizadas / assuntos tratados

Próximos passos Ass. do Professor

Ass. do(s) aluno(s)

(Nome legível)

Pertinência do tema do trabalho em relação à Habilitação Profissional

Nível de abrangência (profundidade, originalidade e aplicabilidade).

Utilização de linguagem apropriada

ES CR

IT O

Outro (especificar): ________________________

O RA

L

PARECER APRESENTAÇÃO ORAL Data ____/____/_____ Menção: _____ assinatura: _____________

1 Os professores responsáveis deverão utilizar diferentes instrumentos de avaliação de acordo com a etapa do trabalho e com as competências que estão sendo desenvolvidas. Exemplos: Relatórios, provas escritas, seminários etc.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 17

FORMULÁRIO DE VALIDAÇÃO – TCC - ___o Semestre de 2.00____ Apresentação Oral do Trabalho de Conclusão de Curso

Habilitação Profissional: 3 o

Professor(a) Responsável pelo Componente Curricular:

Tema do Trabalho:

Data da Apresentação: / / Horário:

Alunos:

Banca de Validação:

Integrante (1) (2) (3)

Nome

Entidade/

Função

Pa re

ce r

Assinatura

(I) Critérios para emissão do parecer Tema Atendimento às justificativas Aplicabilidade no mercado atual e futuro Grau de inovação / originalidade

Domínio de conteúdo Embasamento teórico/científico

Exposição oral

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 18

AVALIAÇÃO CRÍTICA DE TCC

(PEREIRA, M. G. Epidemiologia – teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A.

1995. p.322)

I. TÍTULO

1.O título é claro, exato e conciso, evitando palavras desnecessárias e sem

abreviaturas?

II. RESUMO

2.Contempla, em poucas linhas, o que foi feito, como foi feito, os resultados

obtidos e as suas implicações?

III. DEFINIÇÃO DO TEMA PARA ESTUDO

3.O problema foi definido adequadamente?

4.É feita a ligação do problema com os trabalhos, publicações já feitos sobre o

assunto?

5.O objetivo da investigação está descrito?

IV. DESENHO DA INVESTIGAÇÃO

6.Qual o tipo de estudo?

7.O tipo de estudo é apropriado para alcançar o objetivo da investigação? Que

limitação inerente ao método pode ter afetado os resultados?

8.O método foi aplicado corretamente?

9.Os aspectos éticos foram adequadamente conduzidos?

V. AMOSTRA (características do grupo estudado)

10. O grupo é adequado para alcançar o objetivo?

11. A amostra foi constituída de forma criteriosa e os critérios foram explicitados no

trabalho?

12. O tamanho da amostra foi dimensionado adequadamente?

VI. AFERIÇÃO DAS INFORMAÇÕES

13. Os indicadores e os procedimentos utilizados são os mais apropriados?

14. As variáveis foram definidas adequadamente?

15. Houve preparação (pré-teste) dos instrumentos de coleta de dados ?

16. Qual a confiabilidade das informações?

VII. ANÁLISE ESTATÍSTICA

17. As técnicas estatísticas, se empregadas, são adequadas ao problema?

18. Foram usadas de forma correta?

VIII. CONSISTÊNCIA INTERNA DOS RESULTADOS

19. Os números das tabelas e dos demais itens estão apresentados de forma correta

(soma, relação etc.)?

20. Há coerência entre os dados apresentados nas tabelas e nos gráficos ?

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 19

IX. INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

21. As eventuais diferenças encontradas foram devidamente categorizadas.

22. Os resultados encontrados foram discutidos e comparados aos de pesquisas e

publicações anteriores?

X. CONCLUSÕES

23. As conclusões estão justificadas frente os resultados apresentados?

24. As conclusões são relevantes em relação ao problema e aos objetivos do

estudo?

XI. ESTILO

25. O estilo é claro e direto, sem repetição desnecessária?

26. O uso dos termos técnicos e do idioma é correto?

XII. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

27. Elas são atuais e oportunas?

28. Estão apresentadas corretamente?

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 20

IV BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA AO PROFESSOR

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva. Fundamentos de Metodologia

Científica. 5. ed. – São Paulo: Atlas, 2003.

MOURA, Dácio G.; BARBOSA, Eduardo F. Trabalhando com Projetos, 2. ed. –

Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

OLIVEIRA, N. M.; ESPÍNDOLA, C. R. . Trabalhos Acadêmicos: Recomendações

Práticas. 1. ed. São Paulo: Centro Paula Souza / Copidart, 2003.

PERRENOUD, Ph. As competências para ensinar no século XXI, Porto Alegre:

Artmed, 2002.

SCHÖN, Donald A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o

ensino e a aprendizagem, Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 21

V. MANUAL DO TCC

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 22

Introdução O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC é requisito essencial e

obrigatório para obtenção do diploma de técnico. Trata-se de uma

atividade escolar de sistematização do conhecimento sobre um

objeto de estudo pertinente à área de formação profissional.

O propósito deste manual é apresentar subsídios para

elaboração do TCC, de maneira a favorecer o desenvolvimento de

competências específicas, visando à formação de profissionais

capazes de buscar, compreender e aplicar o conhecimento científico.

O processo de elaboração do TCC tem início no 2º Módulo,

devendo ser concluído no final do 3º Módulo. A critério de cada

Habilitação Profissional, o TCC poderá ser elaborado de forma

individual ou em equipe.

1. ESCOLHA DO TEMA

O aluno deverá definir o tema de seu trabalho levando em

consideração os seguintes aspectos:

A. Tendências, preferências pessoais e profissionais. O trabalho

a ser desenvolvido deverá permitir o alcance do objetivo

curricular e o aprimoramento da formação profissional,

fomentando a qualificação do aluno para o mundo do trabalho. O

entusiasmo, a dedicação, o empenho, a perseverança e a

decisão para superar obstáculos dependem, naturalmente, do

ajustamento do perfil do pesquisador ao tema escolhido. A

observância deste aspecto impulsionará sobremaneira o

desenvolvimento do trabalho.

B. Aptidão: não basta gostar do tema, é preciso ter aptidão, ser

capaz de desenvolvê-lo. Aptidão, neste caso, poderá ser

entendida como base cultural e científica adequada (experiência

na área de conhecimento, relação direta com o currículo da

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 23

habilitação etc.). Temas de caráter filosófico exigem aptidão ou

capacidade para abstração, enquanto que assuntos de caráter

científico exigem correspondentes conhecimentos básicos e

específicos.

C. Tempo: na escolha do tema, o tempo deve ser um fator a ser

considerado. O tempo disponível para realização do trabalho

deve ser compatível com o nível de dificuldade (complexidade)

do tema selecionado.

D. Recursos: o fator econômico deve ser ponderado, uma vez que o

desenvolvimento de determinadas pesquisas exige a realização

de viagens e/ou a aquisição de alguns materiais/equipamentos.

O aluno deverá analisar a facilidade de acesso às fontes de

pesquisa e a existência ou não de material bibliográfico

disponível e atual.

E. Relevância: o tema deve ser escolhido de maneira que o estudo

realizado possa trazer uma contribuição efetiva na solução de

algum problema. Deverá contemplar certo grau de inovação seja

na abordagem, seja no produto final.

2. AVALIAÇÃO

A avaliação do TCC compreende:

I. avaliação contínua do processo de elaboração do TCC pelo

Professor Responsável do Componente Curricular;

II. avaliação do trabalho pelos docentes da Habilitação Profissional,

dentro do que âmbito de cada componente curricular;

III. apreciação dos trabalhos pela para a Banca de Validação.

A avaliação do TCC envolverá apreciação do trabalho escrito e da

apresentação oral.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 24

3. ESTRUTURA DO TCC

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 25

I.ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

1.Capa

2.Folha de Rosto

3.Página de Avaliação

4.Dedicatórias e Agradecimentos (0pcionais)

5.Sumário: indicação dos assuntos (títulos das partes,

capítulos e seções do trabalho) e respectivas páginas, que

tem como propósito facilitar a localização dos conteúdos

de interesse do leitor.

6.Lista de Tabelas e Figuras

7.Resumo: em um parágrafo com até 250 palavras,

constituído por uma breve narrativa sobre o conteúdo do

trabalho.

II.ELEMENTOS TEXTUAIS

1.Introdução

Fazem parte da Introdução os seguintes itens:

a)Tema

b)Delimitação do Tema / Assunto – delimitar o tema

em termos de profundidade, extensão, tempo e espaço.

c)Justificativa – motivo(s) da escolha do tema: qual a

importância, a relevância e a pertinência do objeto de estudo.

d)Objetivos – o que se pretende alcançar com o

desenvolvimento do trabalho, quais os resultados previsíveis.

e)Hipótese(s) – suposições a serem confrontadas no

final do trabalho.

f)Referencial teórico – trata-se da indicação do “estado

da arte”, o conhecimento atualizado, em termos teóricos do tema

e do assunto tratados.

g)Metodologia – relato de quais caminhos, em termos

de pesquisa e experimentos, foram percorridos para o alcance dos

objetivos estabelecidos. Fluxograma e cronograma das atividades.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 26

2.Desenvolvimento – corresponde ao corpo nuclear do

trabalho, que tem como finalidade explicar, discutir e

demonstrar . Onde:

- Explicar é tornar evidente o que estava implícito,

descrever, classificar e definir.

- Discutir é comparar as várias posições sobre o

assunto.

- Demonstrar é aplicar a argumentação apropriada à

natureza do trabalho.

Constitui-se por:

a) Análise da idéia principal (decomposição do todo em

partes)

b) Enumeração dos pormenores relevantes: discussão

dos detalhes e apresentação de argumentos a favor e

contra.

c) Apresentação dos dados da pesquisa: planejamento,

tipo, instrumentos utilizados e seus principais resultados.

d) Técnicas utilizadas para análise da pesquisa e sua

justificativa.

e) Discussão e verificação das hipóteses e sua variáveis,

apresentadas como suposição na Introdução,

confrontando-as com o problema e suas variáveis.

f) Apresentação dos argumentos que foram construídos

e que darão validade aos resultados esperados.

3.Conclusão - Visa:

a)recapitular sinteticamente os resultados da pesquisa;

b)consolidar os argumentos construídos;

c)comprovar ou rejeitar a(s) hipótese(s) expostas no

desenvolvimento;

d)recapitular o que foi proposto na Introdução,

seguindo, na medida do possível, a ordem em que

foram apresentados.

Profª Ivone Marchi Lainetti Ramos TCC - Coordenadoria de Ensino Técnico – CETEC 27

III.ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

1.Apêndices – todo o material pertinente para ilustração e/

ou complementação do trabalho elaborado pelo autor,

tais como: questionários, formulários, tabulação de

dados, gráficos, transcrição de entrevistas etc.).

2.Anexos – todo material pertinente para ilustração e/ou

complementação do trabalho NÃO elaborado pelo autor

(Leis, Decretos, cópias de documentos, artigos,

ilustrações etc.).

3.Referência bibliográfica – bibliografia efetivamente

utilizada para a produção do trabalho. A apresentação

deve seguir as Normas da ABNT (NBR 6023), conforme

exemplos abaixo:

a)Livros

AULETE, Caldas. Dicionário contemporâneo da língua

portuguesa. 2. ed. Brasileira. Rio de Janeiro: Delta,

1964. 5v.

b)Periódicos

CIÊNCIA HOJE. São Paulo: Sociedade brasileira para o

progresso da ciência, v. 27, nº 160, jun. 2001.

c)Artigo de jornal

RAGGIO, A. Secretários de Saúde pedem

descentralização. GAZETA MERCANTIL, São Paulo, 14

mar. 1997, p. A-8.

d)CD-Rom

EMPRAPA, Pantanal: um passeio pelo paraíso ecológico.

Rio de Janeiro: Sony Music, 1990.

e)Sites – Internet

CARLOS, C. S. (1997) As idéias do Norte.

http:/www.uol.com.br/fsp/mais/fs121004.htm.Acesso

em 13 ago. 1999.

quantos slides tem que ter para falar em quarenta minuto
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 27 páginas