Proteus Manual Português, Notas de estudo de Engenharia Elétrica
pedro-fagundes-2
pedro-fagundes-2

Proteus Manual Português, Notas de estudo de Engenharia Elétrica

48 páginas
50Números de download
1000+Número de visitas
91%de 0 votosNúmero de votos
Descrição
Inserir Descrição
100 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 48
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 48 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 48 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 48 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 48 páginas
SRU TELS Intelligent Schematic Input System Manual Português Issue 6.0 - November 2002 O Labcenter Electronics MENU DE ICONES ARQUIVO DE COMANDO DE IMPRESSÃO Õ [o Im 3 B E Eh Novo Abrir Salvar Imprimir Área de Seção de Seção de Impressão Importação Exportação COMANDOS DE EXPOSIÇÃO mo + + to a q a Refazer Grade Origem Cursor Bandeja Aumentar Diminuir Visualizar Lupa PRINCIPAIS COMANDOS > + Es E hi E k Componente Ponto de Etiqueta Certificado Barra de Circuito Edição Junção Transporte Secundário ICONES DO DISPOSITIVO | Ps 4 1 E > E e MA A g Terminais Pino Gráfico Fita Adesiva Gerador Ponta de Ponta de Multímetro Dispositivo Prova Voltagem Prova Corrente ” E O D 0 A EB + Linha Caixa Circulo Arco Trajeto 2D Texto Símbolo Marcador FERRAMENTAS DO PROJETO a E fá A Tempo Real Snap Fio Roteador Busca Pesquisa Propriedade de Ferramentas B X e das o Nova Folha Deletar Folha Anterior Desfazer Ação Impossível Desfazer B Valor do Material Verificação Elétrica das Trilhas Lista Líquida Ares EDIÇÃO DE COMANDOS Estes afetam todos os objetos atualmente etiquetados. & E O hs + Ed Cópia Bloco Movimenta Deletar Bloco Girar o Bloco Seleção Dispositivo Fazer o Dispositivo Decompor Bloco Símbolo u 1 cu & (Es! Pacote de Ferramentas Undo Redo Recortar Cópia Pasta ESPELHO E GIRAR ICONES E É o Ss Girar no Sentido Horário Girar Anti-Horário Linha central de X linha central da aleta Y Este documento é um tutorial, isto é, deve ser exercitado e não apenas lido, este documento foi planejado passo a passo para deixá-lo apto a operar seu fotolite em toda sua plenitude num tempo de aproximadamente 2 horas. O presente software que você esta prestes a dominar, trata-se do programa mais potente e assim mesmo muito fácil de se usar. O presente software é um poderoso roteador automático e gerador de fotolito de alta precisão para ser usado no processo fotográfico de transferência. As operações para confecção de uma placa de circuito impresso, são as seguintes: CRIAR CONTORNO DA PLACA. COLOCAÇÃO DE COMPONENTES. MARCANDO LIGAÇÕES. (NET LIST INSTANTÂNEA) INVOCANDO O ROTEADOR AUTOMÁTICO. POSSÍVEL ROTEAMENTO (EDIÇÃO MANUAL). O roteador inteligente do seu fotolite, mesmo roteando em uma só face, o que é muito difícil de fazer, pode chegar a níveis de 80 por cento de execução, o restante pode ser feito por roteamento manual, ou melhorando o posicionamento dos componentes, de qualquer forma, estude bem a parte de edição manual para poder interferir no roteamento feito pelo computador. ww, E rm o Placa Ligações > IRoteada e pa Ja ) Uma das coisas mais estafantes de ser fazer é rotear manualmente uma placa, além de ser cansativo, o aspecto do traçado pode não ser profissional. Felizmente no fotolite você não terá esse trabalho, pois o fotolite tem um roteador on board que faz do roteamento automático algo bem simples. Olhando a figura acima temos componentes marcados com ligações para serem roteadas automaticamente, após a placa roteada, você verá o aspecto profissional das trilhas. Antes de fazermos o contorno da placa, escolha o sistema métrico, clicando no menu display, em seguida, na opção metric. O fotolite tem uma camada especial chamada de board edge. Esta camada é utilizada para registrar as dimensões da placa. Temos que adicionar a camada (layer = camada) board edge para fazermos o contorno da placa. Graphics Mode + » LE o Selecione o ícone GRAPHICS MODE (segundo ícone da segunda fileira) e em seguida o ícone BOX (segundo ícone da primeira fileira) al Box (quadrado) MODE (terceiro ícone da terceira fileira) e em seguila 00,50 50,50 00,00 50,00 O ícone BOX (segundo ícone da primeira fileira). Colocando o mouse sobre a marca de origem, e apertando o lado direito do mouse e mantendo-o apertado, arraste para cima, até as coordenadas (0,50,000), em seguida arraste o mouse para a direita até as coordenadas (050,050) e finalmente para baixo até as coordenadas (000,050) libere o botão do mouse. Você acabou de desenhar um quadrado de 5x5 cm. O comando zoom, teclas de F5 até F12, servem para distanciarmos ou aproximarmos a imagem sendo que a tecla F12 faz a placa ocupar a tela inteira. Clique F12. Você já pode notar que a nossa placa ocupa a tela toda e que ela está cheia de pontos equidistantes, esses pontos se chamam Grid visual, eles nos facilitam o traçado e o alinhamento do nosso desenho. Escolha a tecla F3 para uma grade de 1 em 1 mm. Os valores das grades estão armazenados nas teclas Fi, F2, F3e F4 e podem ser alterados pelo comando SYSTEM SET UP GRID. O FOTOLITE tem uma camada especial chamada BOARD EDGE, nesta camada o programa registra as dimensões da placa para orientar o roteador. Antes de começar a colocar os componentes, devemos mudar o layer de trabalho para TOP COPPER. Clique no selecionador de camadas no canto inferior esquerdo e escolha TOP COPPER. Novamente o quadro de mudança de layer de trabalho está na tela, usando as setas selecione TOP COPPER, e Tecle ENTER. O Fotolite tem vários componentes arquivados em Bibliotecas (LIBRARIES), com o comando para colocar componentes acessaremos tais componentes e os colocaremos na placa. Colocação de componentes Clique no ícone PLACEMENT E ROUTING MODE (o segundo ícone da primeira fileira) Em seguida, clique em EDITING PACKAGE PLACEMENT (colocação, invólucro e edição) como mostra o desenho acima. Clique sobre o botão da letra P (Placement) colocação md k + Botão da letra P Aparecerá uma relação de componentes, escolha DIL8 e clique duas vezes, pois vamos colocar um circuito integrado e 8 pinos, cujo código dentro da lista de componentes é DILB. Usando o comando de colocação de componente escolha Dip8, cap20, cap40, led, res40, olhe o desenho da placa e coloque os seguintes componentes como se encontram na placa no desenho abaixo. Componentes t— Colocados com suas respectivas ligações Antes de prosseguir à marcar as ligações, vamos exercitar alguns comandos importantes. Ao escolher um componente para colocação você poderá observá-lo na janela panorâmica de Inspeção no canto superior direito da tela. EJBs +» +84 = Za ce fi » | Colocação de componentes EH E Girar componentes = a Note: que a cada clique com o mouse na ferramenta de girar componente teremos um giro de noventa graus no componente antes de colocá-lo na placa. Podemos a qualquer momento girar qualquer componente, basta selecioná-lo com o lado. Direito do mouse, notaremos que uma vez selecionado o componente torna-se em Destaque, em seguida, clica quantas vezes forem necessárias na ferramenta de girar. Componentes. Note que o ícone de colocação de componentes tem que estar ativado, pois estamos manipulando estritamente componentes. Ative o ícone de colocação de componentes, selecione o componente com o lado direito do mouse, em seguida, aperte o lado esquerdo do mouse e segure, arraste o componente para o ponto desejado. Exercite bem esse comando. Ative o ícone colocação de componentes. Selecione o componente com o lado direito do mouse, clique novamente com lado direito do mouse (total de dois cliques no lado direito) e o componente desaparecerá. Para anotar num componente sua referência e seu valor, fazemos uma anotação, por exemplo, R1, R2, C2, U1, Etc.. Para anotar usamos a ferramenta abaixo: Ferramenta de anotação o k 1 t Clique na ferramenta de anotação, e o quadro abaixo aparecerá: y Identificação do componente Part D: Walue: Lm555 o valor Package: |DILOS Layer: [ ]Component Side r Envólucro Botaton: rom Face, Camada. No campo parte Id coloque a referência, por exemplo, CI1, R1, etc., coloque o valor no campo valor. Clique OK. Podemos dizer ao programa o que queremos que seja, mostrados na máscara de componentes, valores e referência, somente valores ou somente referência, podemos. Também escolher a altura e a largura das letras da anotação. Para tal clique no menu SYSTEM/SET TEMPLATE e ative os elementos que você deseja Estude o quadro abaixo. BEE ) Part Reference PartWalue Label Height: Label Height: [EOth Label width: Label width: [50h Show: [7 Sho [ra Graphi Text Height: Text iwidth: Line midth: Podemos mover uma anotação para qualquer ponto do display, para tal basta selecionar a Anotação com o lado direito do mouse o move-la clicando com o lado esquerdo do mouse mantendo-o apertado, arrastando-o (clicar e segura-lo apertado) até o ponto desejado, para completar liberamos o botão esquerdo do mouse. A criação de componentes no fotolite é incrivelmente simples. Vamos criar um resistor para ser colocado em pé na placa, com a distância de um terminal a outro de 5 mm, Os terminais serão quadrados e medirão 2 mm cada lado, seria algo como abaixo: 4 Ilhas do Componente ++ |lhas Com Silk do Componente 10 Primeiro vamos limpar a tela. Escolhemos o sistema métrico de grade para medirmos a distância das ilhas. Escolha o menu Display a opção metric. E depois escolhemos a grade de 1 mm que está armazenada em F3 aproxime com o zoom máximo, tecla F5. Com o comando de colocação de ilhas (PADS) coloque duas ilhas quadradas de 2.00 mm à uma distância de 5mm cada, como estamos usando a grade (GRID) F3 que é imm cada ponto na tela está a uma distância de Imm um do outro , devemos colocar as ilhas a cinco pontos uma da outra de centro a centro.Uma vez colocada as ilhas como mostra acima ,Vamos desenhar o silk (máscara de componentes) ,escolha na barra de ferramentas a Ferramenta de GRAPHICS MODE (modo gráfico) f : i É DOloEs e linha Exa | TEXT [im] “+|eco/15— — 08) 5 Tr » | Graphic mode geométricos est P[L] Em seguida, escolha linha na barra de ferramenta escolha o gride 0.5mm que está armazenado na tecla F2 para desenhar com mais precisão o desenhe do silk (máscara de Componentes) como abaixo. Ilhas do componente [eee Ilhas com o silk do componente Vamos agora colocar o desenho na biblioteca, trace um quadrado selecionador com o Lado direito do mouse escolha, EDIT PACKAGE. No campo NEW PACKAGE NAME digite RESP 5 mm (resistor em pé 5 mm) e clique OK. A partir deste momento o componente estará à disposição da biblioteca. Podemos colocar texto em nosso layout, para isso basta ativar a ferramenta GRAPHICS MODO. texto Graphics mode A mr |+ 1 Em seguida ativa o texto. E clicar com o mouse em qualquer ponto da placa que queremos colocar o texto. O quadro abaixo aparecerá. Na barra de ferramentas existe uma ferramenta própria para marcar as ligações mostradas no desenho abaixo. [EFE Er í ee Ferramenta para marcar ad ai Ligações da gaç Oo — | Basta clicar essa ferramenta com o lado esquerdo do mouse para cada ponto a ser ligado. Usando essas instruções marque todas as ligações do desenho placa abaixo, (em Você notará que para fazer as marcações será bem rápido Usando estas instruções marque todas as ligações do desenho da placa acima Depois de marcadas as ligações vamos rotear automaticamente a placa. Vamos escolher uma largura de trilha de 0.40 mm e vamos forçar o programa a rotear tudo numa única face. Normalmente os roteadores fazem trilhas verticais e horizontais. Podemos colocar as trilhas horizontais em uma camada (face) e as trilhas verticais em outra. Como vamos rotear em uma só face, vamos programar as estratégias (strategies) para rotear tanto trilhas verticais quando trilhas horizontais na camada superior (top copper), portanto no campo vert selecione com o mouse TOP COPPER. Para acessar EDIT strategies, clicando no menu Edit e em seguida em Set strategies. Queremos uma largura de trilha (trace style) de 0.40 mm No campo trace sytle escolhao. 40 mm abaixo temos o quadro EDIT STRATEGIES. 12 EEE Priority i Tactics vias: Comers Trace Style: JEI ” 7 Pomer & Normal Po Optimize? [Det +] ” Eus “ Blind MM Diagonal? via Style: DEFAULT - A Signal > Buried Neck Style: IMone] ” Pass 1 (Hozk BM Ts Cores mr) teesti [BE Toe Copoer - Pass 2 (Hozk DJ More) Tm] vet): [E TMone) r Pass 3 (Hozk DJ (Mona) Tm) vet) [E TiMone) ” Fass 4 (Hoz] DJ iMone) =] vet) [E JMone) Tr] Hide Ratsnest? Em seguida escolha com o mouse o meu TOOLS (ferramentas) AUTO ROUTER (auto roteador) O quadro auto router aparecerá no campo grid 25, e sua placa será roteada. Siga “fáuto Router Grid (Thou] “50 Foutes: 44 ul * Tagued * Untagged Router Options: 7 Routing Pass? [7 Tidy Pass? Fº Protect manual racks? 7 Enable map cacheing? a seleção conforme o modelo ao lado. Antes de prosseguir estude as modificações em trilhas com muita atenção apresentadas mais abaixo, pois tais modificações poderão ser necessárias. A atual cópia que você possui do seu FOTOLITE é chamada de NC, isto é Não Comercial, por isso que Design Rules Pad-Pad: [nr Fad-Trace: [pn SN Trace - Trace: [13h a Rip-up and Retry Routing: RE Enable Rip-up and Retry? [O Infinite Fisty? DK Cancel você tem acesso a todo potencial do programa a baixo custo. Seu FOTOLITE NC Não tem limites, isto quer dizer que você pode ter qualquer número de pinos que o seu Programa funcionará bem, mas temos uma Restrição na Versão NC ele só poderá salvar sua placa, na fase de ligação, o que não é nenhum inconveniente uma vez que o roteamento se dá em segundos. Mas se você quiser sua verão sem esta restrição entre contato com a TECNO TRACE e obtenha um registro especial da versão plena por US$ 45,00 13 Salvando seu trabalho, ative no menu FILE(arquivo)/SAVE , o quadro de salvamento aparecerá e você poderá escolher um nome para salvar seu trabalho. As vezes temos que ter variantes de um projeto para fabricação, por exemplo um projeto com vários tipos de reles, pois a cada época temos mais ou menos facilidades em obter certos modelos de reles .Neste caso podemos modificar nosso projeto usando outro relê e salvar o projeto com outro nome , podemos ter tantas variantes do projeto quantas necessárias . Basta escolher o menu FILE /SAVE AS (salvar como e dar outro nome para o projeto que teremos uma cópia do projeto modificado e o original ficará intacto). q IES A — 8B| E Preenchimento de áreas livres + pe 1 ot Cc A vantagem de se preencher as áreas livres, do ponto de vista estético, é que a placa. Ganha mais solidez, do ponto de vista prático, economizamos tinta de impressora ao imprimimos em negativo e economizamos percloreto de ferro ao corroer a placa final, e velocidade na corrosão, mas o mais importante é o ponto de vista eletrônico. Clique na ferramenta de preenchimento, em seguida, leve o mouse para a área que queremos preencher, aperte o lado esquerdo do mouse e segure, à medida que deslizamos. O mouse ele formará um quadrado de preenchimento e ao liberarmos o mouse este quadrado se preencherá 14 a çº Placa sem preencher sta MPRIMINDO Placa preenchida O seu FOTOLITE apesar de ser uma versão n.c pode imprimir todas as artes para execução de uma montagem e fabricação industrial isto é. Impressão do layout impressão da máscara de componente Impressão da máscara de solda para soldagem em cadinho, ou fluxo de solda. Escolha MENU/PRINT no campo MODE escolha ARTWORK e ative o TOP COPPER ;face superior ou BOTTOM COPPER(face inferior) Cada camada deve ser acionada de uma só vez, com exceção ao campo Board que pode estar acionado, o tempo todo, pôr se tratar do contorno da placa. No campo MODE dos quadros de impressão, selecione SOLDER RESIST (máscara de solda), e as camadas TOP RESIST OU BOTTOM RESIST (FACE INFERIOR OU SUPERIOR). Cada camada deve ser acionada de uma só vez, com exceção ao campo board que pode. Estar acionado, o tempo todo, por se tratar do contorno da placa. 15 Podemos a qualquer ponto de nosso roteamento mudar a largura de uma trilha. a Colocação de trilhas selecione a trilha. ja” k + mp Ao lidarmos com trilhas teremos sempre que Ter o ícone de colocação de trilhas ativado. Ao ativarmos a ferramenta de colocação de trilhas teremos uma lista com todas as larguras De trilhas no lado direito da tela. Escolha a largura de trilha que você quer usando o mouse, em seguida selecione a trilha. Com o lado direito do mouse, em seguida o programa apresentará um quadro pedindo confirmação de mudança de largura, clique ok que a mudança se efetivará. Ative a ferramenta de colocação de trilha, clique com o lado direito do mouse para selecionar a trilha que você deseja, coloque o mouse sobre um dos extremos do segmento a ser mudado, clique novamente com o lado direito do mouse, em seguida coloque o mouse No outro extremo do segmento, clique o lado direito do mouse, você notará que somente este segmento ficou em destaque, escolha a nova largura de trilha , o programa pedirá a confirmação da mudança, clique ok. Selecione a trilha com o lado direito do mouse, um segundo toque no mouse e a trilha se apagará. A trilha tem que estar na mesma face mostrada no exibidor de layers, no canto esquerdo inferior da tela. A ferramenta de colocação de trilhas tem que estar ativada. Ative a ferramenta de colocação de trilha , clique com o lado direito do mouse para selecionar a trilha que você deseja, coloque o mouse sobre um dos extremos do segmento A ser mudado, clique novamente com o lado direito do mouse, em seguida coloque o mouse no outro extremo do segmento, clique o lado direito, você notará que somente este segmento ficou em destaque, novamente com o lado direito do mouse que este segmento se apagará. 16 O bom dos roteadores de 32 bits é o fato que podemos desrotear com um simples comando acelerando assim nosso processo de execução de protótipos. Vamos supor que haja um erro em nosso projeto e que queiramos que a placa volte a condição de ligação de componentes e obviamente alterarmos o roteamento. Clique na ferramenta de colocar traço a; Em seguida selecione todo o circuito como um só bloco. Atenção para selecionar desenhe com o lado direito do mouse o quadrado selecionador. E: + ot > [mover » Apagar Clique na ferramenta apagar objetos que teremos o roteamento apagado e as ligações de volta. AJUDANDO O ROTEADOR A importância do Neck. O roteador do seu FOTOLITE é inteligente, levando-se em consideração seu preço é excelente. Mas temos que ajudá-lo ativando certos recursos que o ajudarão a vencer os obstáculos . NECK Quer dizer pescoço em inglês, no Inglês de nosso programa quer dizer , um traço alternativo mais fino do que estamos usando o qual o computador pode usar para passar pôr ilhas ou mesmo traços próximos, um valor bom para o Neck seria 0.30 mm, o qual é um traço fino, mas seguro para fabricarmos a placa . Pôr exemplo, se estamos roteando uma placa com trilha de 1 mm de largura e o computador vê uma passagem entre duas ilhas de um Cl ele vai usar a trilha alternativa (NECK) para passar pôr esse ponto .o NECK determinado vai aumentar o percentual de sucesso do roteador. 17 Se o roteador não conseguiu rotear uma placa totalmente , faça o seguinte ,desroteie, posicione os componentes de forma à facilitar o caminho para o computador, roteie usando diferentes grids 10, 20, 25,50 para cada gride o computador procede diferentemente, pode ser que ele não ache o caminho no gride 10 mas possa achar no gride 20 , pôr exemplo. Agora que temos uma ferramenta poderosa para fazer placas de circuito impresso por que não usarmos todos os recursos deste programa? Ao termos desroteado a placa temos de voltar as ligações, vamos usar essas ligações para rotearmos uma placa em duas faces Vamos chamar o roteador e rotear essa placa em duas faces Strategy To Edit Priority: 1 Tactics: Vias Lomers Trace Style TOZOMA q é Pove 4 Normal fe Optimize? * Bus * Blind RE Diagonal? Via Style: DEFAULT “| 4 sina > Buried À Neck Style: (None) - Pass 1 (Hoz) BM Top Copper 7) (uentt [Bottom Copps ” Pass 2 (Hoz) Do liNone) (ven [DI] (None) - Pass 3 [Hoz] [tone] Cent) |T TMone) r Pass 4 [Hoz]; D JtNone) ler |L TtMone] =] MM Hide Ratsnest? Clique SYSTEM/SET STRATEGIES e o quadro acima aparecerá , selecione para o campo VERT(trilhas verticais ) BUTTOM COPPER(face inferior) para que o roteamento vertical seja colocado na face inferior. Você notará que os traços da camada inferior serão azuis e os traços da camada superior serão vermelhos (essas cores você poderá mudar no SET COLOURS) 18 A qualquer momento podemos mudar de face uma trilha roteada .O indicador de Layer (camadas) no canto inferior esquerdo alterna-se entre TOP COPPER e BUTTOM COPPER a cada toque na barra de espaço ou nas teclas PAGEUP E PAGE DOWN. Vamos supor que estamos na camada TOP COPPER, para saber em que camada estamos, olhe o indicador de camadas, qualquer trilha pode ser mudada para a camada oposta, basta selecionarmos com o lado esquerdo do mouse a trilha que queremos mudar de face, e mudarmos a camada teclando barra de espaço ou PAGEUP PAGE DOWN. O programa Apresentará um quadro pedindo a confirmação , tecle ok que a mudança será efetivada. Mais adiante será explicado extensivamente o conceito de camadas, por hora vamos imprimir o layout da placa e a máscara de componentes. Ao clicarmos o menu OUTPUT/PRINT o quadro abaixo se abrirá: [Rr Printer. Options: QuickLink MessageCenter ” Invert Colours? tenha [o r Mode: dsrtiork, - Copies: | = LayerstArtworks Scale Rotation Reflection 2 Top Copper Dlmerto O ImmerB * 50% 4% Horizontal 4 Normal T Bottom Copper lnmer2 [Inner 9 Am 2 SvVetical £ Mira Top Silk Dimas DimelO Bottom Silk med Inmer e Compensation: r Dme5 Dmertz € an0k m Pmere D meri3 * 400% [1.000 [1.000 r mer? mertá r [ Mechl T Mech3 , - P Mech2 Mech4 Print To File? 7 Board Edos UNTITLED.PRN a None DK Cancel Devemos escolher uma camada a cada impressão, neste caso a camada TOP COPPER está selecionada e também BOARD EDGE(contorno da placa ) para aparecer na impressão o contorno da placa. Seu Fotolite tem a capacidade de gerar fotolito, pois pode tanto imprimir imagem positiva (trilhas Negras fundo Branco) ou imagem negativa (fundo negro linhas transparentes ). As imagens negativas são usadas pelas indústrias de placas de alta definição ,num processo chamado fotográfico. As imagens Positivas são usadas por amadores ou pequenas indústrias por um processo chamado serigráfico ou silk screen. 19 ATECNO TRACE adotou o FOTOLITE por ser especialmente provido de recursos para gerar fotolito negativo, pois utiliza e processo fotográfico para fabricar as placas. Se você tem uma impressora Jato de tinta, de 600 DPI ou Laser para gerar o fotolito negativo apenas escolha o campo INVERT COLOURS, que você produzirá o fotolito negativo tanto numa transparência para impressora ou imprimir em papel branco e tirar xerox em transparência para retro projetor e reforçar com nosso produto TONER MAGIC. Caso sua impressora seja mais antiga de 300 dpi siga as instruções abaixo. Clique OUT/EXPORT EPS vamos exportar o layout do TOP COPPER para ser capturado pelo COREL PHOTOPAINT para fazer a inversão de cores para nós. Depois de gerado o arquivo EPS, saia do FOTOLITE e entre no CORAL PHOTO PAINT, clique arquivo (file), Abrir (open). E xport Postscript À Mode: Filemame: EE | nitiTLED EPs Fllename À Lavers: he Top Copper [ Bottom Copper “ 50 4 x Horizontal 4 Normal Do Topsik 4 100 * Vertical + Mirror T Bottom Silk. DT Mech 1 aa T Mech2 200% [ Mech3 400% Scale Rotation Reflection / A a Como podemos observar o diretório em que o arquivo EPS do nosso lay out é C: / fotolito/lig. Eps. Devemos nos encaminhar a esse diretório para carregar este arquivo. O quadro OPEN AN IMAGE aparecerá, procure o diretório em que o lay out de seu EPS encontra-se e carregue o arquivo. Um novo quadro aparecerá, Import Eps, clique OK. O programa então apresentará o QUADRO IMPORT INTO BIT MAP no campo resolução, escolha a resolução de sua impressora. Clique ok e o lay out aparecerá no CORAL PAINT. Escolha um zoom de 50 pôr cento para poder manusear a imagem. Selecione a imagem usando a segunda ferramenta da barra de ferramentas (quadrado Selecionador), clique no menu EFECT, FANCY, INVERT. que teremos a imagem em negativo (cores invertidas) basta salvá-la e imprimí-la . Se imprimir em transparência própria para jato de tinta ou Laser Film para laser teremos um fotolito direto. Caso você opte em tirar xerox numa transparência para retro projetor e reforçar com Toner Magic por uma questão de custo e qualidade (laser), teremos um fotolito indireto xerográfico que após o tratamento com TONER MAGIC fica com qualidade laser.CONSULTE O MANUAL DO SEU KIT. 20 O fotolite é um software destinado à confecção de placas de circuito impresso. O programa é o mais popular do mundo, pois engloba uma biblioteca de componentes vasta e recursos que somente programas de maior custo possuem. Tais como recursos para criação de componentes, editoração de texto dentro do programa e resolução gráfica de altíssima qualidade. Ele permite traços de até 1 milésimo de polegada. Mas a razão principal de seu sucesso está na simplicidade de domínio do programa pelos usuários. Nosso curso foi elaborado de forma a explorar os principais recursos do programa no menor espaço de tempo possível, seguindo as instruções detalhadamente você estará apto à desenhar suas placas após 40 min. de estudo deste programa. Aconselhamos que você faça todos os exercícios sugeridos antes de tentar usar o programa. Este curso parte do pressuposto que você instalou o fotolite no Windows 95 /98 Para executar o programa clique iniciar, programas e clique no ícone fotolite. O sistema de largura de trilhas usado neste programa é o SISTEMA IMPERIAL, nesta versão usaremos o sistema métrico. Mas vamos estudar também o sistema Imperial por ser usado nas medidas dos componentes e traços do programa Vamos trabalhar com a tela em mm, isto quer dizer que medidas de placas e distância dos componentes serão expressas em mm. Clique com o lado esquerdo do mouse sobre o Menu Display em seguida clique Metric. Para lhe preparar para compreender o programa a fundo, vamos estudar o sistema imperial, pois ele está presente em todas as versões do fotolite. O mil é a unidade deste sistema de medida. Um mil é equivalente a um milésimo de polegada. Pois medidas de trilhas e ilhas são expressas em mils. Memorize a tabela abaixo: MILS OU THOU (THOUSANDT HS) MM (MILIMETROS) 5 é igual a 0.125 mm 10 é igual a 0.25 mm 20 é igual a 0.5 mm 30 é igual a 0.75 mm 40 é igual a 1.0 mm A tabela acima deve ser memorizada.. A tabela acima foi calculada com a seguinte formula: Medida em mils x 25.4 / 1.000= valor em centímetros. Ex: Vamos supor que queiramos saber quantos milímetros são 40 mils. Seguindo a fórmula: 40 x 25.4 /1.000=1.02 mm em termos práticos é igual a 1 mm. Vamos supor que queiramos traçar uma trilha de 5 cm de comprimento, quanto seria em mils? Muito simples: Sabemos que 40 mils = 1 mm então 40 x 50=2.000 mils. 21 Os exercícios acima são importantes para entendermos a medida de componentes e trilhas, para mudarmos e criarmos componentes. Atenção: Medidas de componentes no programa podem aparecer em polegadas, pôr exemplo 0.12 inc (inches, polegadas), neste caso multiplique pôr 1000 que terá a medida em mils ou em thou. A abreviatura de thou (thousandths, milésimos de polegadas) é th. Isto é, você verá as medidas em mils, com th como unidade. Quando fazemos uma Placa de circuito impresso no fotolite, este gera simultaneamente, vários traçados necessários para toda etapa de fabricação da PCI, estes traçados são gerados nos LAYERS (CAMADA DE TRABALHO), não confundir com camadas da placa de circuito impresso. TOP E BOTTOM. (SUPERIOR E INFERIOR). Lado dos componentes e lado da solda, como costumamos chamar quando fazemos uma placa de face simples INNER1 ao INNERI14 - estes layers são camadas internas das placas chamadas de multi- layers. TOPSILK e BOTTOM SILK (máscara de componentes superior e máscara de componentes inferior) Nestes layers (camadas de trabalho) o fotolite desenha o silk screen do lado superior (TOP) e silkscreen do lado inferior. (BOTTOM). O silkscreen se refere a identificação e encapsulamento do componente, destinado a montagem em série. (MÁSCARA DE SOLDA SUPERIOR E MÁSCARA DE SOLDA INFERIOR). Nestes layers o fotolite gera um traçado para aplicação de solda industrial para o processo de fabricação dos aparelhos. Essa arte chama-se máscara de solda recobrindo com verniz a parte que não deve receber solda e deixando o cobre exposto a parte que deverá receber solda. TOP RESIST E BOTTOM RESIST são TOP (superior) BOTTON (inferior) Nestes layers são gerados diagramas que monitoram o processo de fabricação de placas com SMT (surfice mount tecnology = tecnologia de montagem de superfície) Neste layer é definido pelo fotolite os limites da placa para roteamento automático. 22 Neste layer é gerado traços de ligações quando vamos rotear a placa manualmente usando um NET LIST. No caso roteamento automático, neste layer o usuário define onde o roteador não deve passar trilhas. Este layer é utilizado somente para documentar o projeto. Informações tais como o nome do projeto, nome do projetista, data da última revisão, etc... GRID- pode ser definido como o movimento do cursor na tela.Estes valores são estabelecidos pelo comando : São armazenados os valores nas teclas F2 a F4 isto é podemos mudar de Grid apenas apertando uma tecla. Vamos fazer uma placa de circuito impresso com apenas 2 componentes para você exercitar e informar- se dos passos necessários para tirar todos os recursos que o fotolite pode oferecer. Podemos escolher que layers aparecerão na tela. Clique com o lado esquerdo do mouse no Menu Display e em seguida clique em Layers. Um quadro com as camadas aparecerá na tela. Deixe ativado, isto é com um tique na frente somente TOP COPPER, TOP SILK, EDGE (PARA VERMOS A BORDA DA PLACA). 23 O fotolite tem uma camada especial chamada de Edge. Esta camada é utilizada para registrar as dimensões da placa. Temos que acionar a camada (LAYER EDGE) para fazermos o contorno da placa. E, H E - k EN Graphic Mode “! O HR [SS e Fo 2 Selecione o ícone GRAPHICS MODE (segundo ícone da segunda fileira) e em seguida o ícone BOX (segundo ícone da primeira fileira) Na parte inferior esquerda da tela tem o selecionador de camadas (LAY ERS) escolha EDGE. Vamos desenhar uma placa de 5x5 cm, o que equivale a 50 mm X 50 mm. Desenhemos uma linha que limita as bordas da placa. O display de coordernadas esta localizado no canto inferior direito coloque o cursor sobre a origem que você terá coordenadas (000, 0000). Clique com o lado esquerdo do mouse e o mantenha pressionado leve o mouse até as coordenadas (050,000) mantendo o mouse pressionado deslize para a direita até as coordenadas (050,050) que um quadrado se formará este é o contorno de nossa placa. Como o quadrado abaixo: 00,50 50,50 00,00 50,00 Você acabou de desenhar um quadrado de 5 x 5 cm. O comando ZOOM teclas de F5 até F12 servem para distanciarmos ou aproximarmos a imagem sendo que a tecla F 12 faz a placa ocupar a tela inteira. Você já pode notar que nossa placa ocupa a tela toda e que ela está cheia de pontos equidistantes esses pontos se chamam Grid visual, eles nos facilitam o traçado e o alinhamento do nosso desenho, tela de 1 em 1 mm. Esse espaçamento é muito grande para desenharmos dentro da placa, teremos que mudá-lo. 24 Antes de começar a colocar os componentes, devemos mudar o LAYER de trabalho para TOP. Clique no selecionador de camada no canto inferior esquerdo e escolha TOP COPPER. Novamente o quadro de mudança de layer de trabalho está na tela, usando as Setas selecione TOP. Tecle ENTER. O fotolite tem vários componentes arquivados em Bibliotecas (LIBRARIES), com o comando para colocar componentes, acessaremos tais componentes e os colocaremos na placa. Colocação de componentes Seleção de componentes 1 GS Clique no ícone PLACEMENT E ROUTING MODE (o segundo ícone da primeira fileira) Em seguida PACKAGE PLACEMENT AND EDITING (colocação, envólucro e edição) como mostra o desenho acima. Clique sobre a letra P (PLACEMENT) colocação Aparecerá uma relação de componentes escolha Dil8 e clique duas vezes, pois vamos colocar um circuito integrado de 8 pinos ,cujo código dentro da lista de componente é DIL8. Leve o mouse no centro da placa e clique que aparecerá um invólucro de 8 pinos sobre a placa. Clique no Ícone Edit object a segunda seta à direita, em seguida leve o mouse sobre o componente e clique um quadro de edição aparecerá, no campo Part Id digite Cl-1. O componente ficará como o da figura 25
Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 48 páginas