Repertório PPK 2016, Manual de Música. Universidade Veiga de Almeida (UVA)
gleidson_lopes
gleidson_lopes31 de janeiro de 2016

Repertório PPK 2016, Manual de Música. Universidade Veiga de Almeida (UVA)

PDF (5 MB)
42 páginas
844Número de visitas
Descrição
Repertório de Carnaval do Bloco Pena de Pavão de Krishna 2016
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 42

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 42 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 42 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 42 pages

baixar o documento

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 42 pages

baixar o documento

RITMO DA NOSSA FÉ

carnaval 2016 | BELO HORIZONTE | MINAS GERAIS | BRASIL

2

O bloco Pena de Pavão de Krishna existe desde 2013 com o objetivo de cantar a espiritualidade transversal e sem barreiras sob o ritmo do Ijexá.

Com o tempo o repertório vai se transformando e em seu quarto desfile apresenta cantigas para Orixás, para blocos tradicionais de Afoxé, mantras indianos, exaltando as diferentes personalidades de Deus, canções que falam da paz, do amor e de elevação espiritual.

Algumas canções foram escritas especialmente para o bloco, estas figuram um lugar especial, pois exprimem diretamente o imaginário que queremos invocar, por isso foram colocadas em primeiro lugar nessa lista.

Acreditamos na construção coletiva do carnaval e na vivência pessoal e entrega de cada um. Nesse sentido, todxs que se sentirem conectadxs com a proposta são bem-vindxs para celebrar e vibrar conosco.

Todas as formas de espiritualidade são válidas e possuem riqueza profunda, trazendo novas descobertas sempre que nos debruçamos para apreciar as correspondências e relações entre diferentes mitologias e simbolismos.

Recebemos e damos graças pelo asè!

Um agradecimento especial a cada um que contribuiu, contribui e contribuirá com essa história!

Namastê!

Gustavito Amaral

Repertório PPK 2016

3

AFLOROU Rafael Fares QUILOMBO ORIENTAL Paulo Cesar Anjinho MASALA COM DENDÊ Gustavito CONGRESSO INTERNACIONAL DO AMOR Raphael Sales e Larissa Alberti SHIVA SHAMBO A OBÁ INÁ Douglas Germano e Meta Metá PONTO DE NANÃ Mariene de Castro QUE BLOCO É ESSE? Ilê Aiyê BENÇA Gustavito OPACHORÔ Gilberto Gil FLOR DE JUSTIÇA Gustavito ESTRELA DO ORIENTE Lui Coimbra EMORIÔ João Donato PRABHU AAP JAGO Chandra Lacombe BARASU-AYO Ibeyi PATUSCADA DE GANDHI Gilberto Gil FILHOS DE GANDHI Gilberto Gil AGRADECER E ABRAÇAR Gerônimo CANTO PRA OXUM (ORO MIMÁ) Bantos Iguape É D’OXUM Gerônimo IJEXA Clara Nunes CANTO DE OXUM Toquinho DEIXA A GIRA GIRAR Os Ticoãs TRILHOS URBANOS Caetano Veloso CANTO DAS TRÊS RAÇAS Clara Nunes ÁGUAS Raphael Sales CORDEIRO DE NANA Mateus Aleluia e Dadinho MUITO OBRIGADO AXÉ Carlinhos Brown BADAUÊ Caetano Veloso MANTRA DE LOUVOR A SHIVA BLUES Caetano Veloso OJU OBÁ Gilberto Gil TOMARA Alceu Valença CAXANGÁ Fernando Brant e Milton Nascimento QUILOMBO AXÉ (DIA DE NEGRO) Afoxé Oyá Alaxé MAHA MANTRA HARE KRISHNA CANTO PRA YEMANJÁ Os Tincoãs SALVE MÃE IEMANJÁ Leo Artese

04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41

LETRAS

4

AFLOROU Rafael Fares

AFLOROU, AFOXÉ RITMO DA NOSSA FÉ

É BELÔ, AFOXÉ TODO MUNDO ANDANDO A PÉ

NO CARNAVAL TE CONHECI

TRANSCENDENTAL TE SEGUI

AMOR EM BLOCOS A DOR DA COR

A FLOR DE LÓTUS DO TAMBOR

5

QUILOMBO ORIENTAL Paulo Cesar Anjinho

PENA DE PAVÃO RABO DE ARRAIA

AQUI TEM CAPOEIRA VEM, PODE ENTRAR!

O MEU BABALAÔ NAVEGA EM OUTRO MAR NA ÍNDIA DOS PALMARES

TEM VATAPÁ

PRA MANDAR DESCER NO QUILOMBO ORIENTAL

KRISHNA VAI DESCER NO BADAUÊ CANTAR UM AFOXÉ NO SEU CONGAR

JUNTO COM GANDHI

AFLOROU Rafael Fares

AFLOROU, AFOXÉ RITMO DA NOSSA FÉ

É BELÔ, AFOXÉ TODO MUNDO ANDANDO A PÉ

NO CARNAVAL TE CONHECI

TRANSCENDENTAL TE SEGUI

AMOR EM BLOCOS A DOR DA COR

A FLOR DE LÓTUS DO TAMBOR

6

MASALA COM DENDÊ Gustavito

NEGUIM NUNCA FUI LÁ NA BAHIA

NEM SEI QUAL O SANTO QUE ME GUIA

NEM SABOR DE MARESIA MAS A ESTRELA NOITE E DIA

TEM MAGIA LÁ DA ÍNDIA E ME FAZ CANTAR LADAINHAS PRO MAR

OGUM TERIA UM TURBANTE NA TESTA KRISHNA DANÇARIA UM AFOXÉ

TRAZ UM CHERIN DE DENDÊ E A PIMENTA MALAGUETA QUANDO FOR NA BAHIA VÊ SE NÃO SE ESQUEÇA

PAIM EU NUNCA FUI LÁ NA ÍNDIA

SÓ SEI QUE A HINDÚ REBOLARIA ESCUTANDO ESSA FOLIA NA BAHIA ENCANTARIA

NESSE RIO NADARIA PRA REVIGORAR

NADA IRIA PENSAR

GANESH IA GOSTAR DE ACARAJÉ YEMANJÁ MANJARIA SAMOSSA

TRAZ UM CHERIN DE MASSALA E UM INSENSO DE BRAMAH

QUANDO FOR LÁ NA ÍNDIA VÊ SE ME CHAMA

7

CONGRESSO INTERNACIONAL DO AMOR Raphael Sales e Larissa Alberti

PANTEÃO SE REUNIU

UM MOTIM NO PLANO ASTRAL

COMO O HOMEM CONSEGUIU PELO BEM FAZER O MAU

COGITARAM CASTIGAR MAS NÃO

DECIDIRAM QUE É MELHOR MANDAR

ALÁ MANDOU SOLTAR BOMBA DE AMOR TUPÃ PEDIU PRA ROUBAR UMA SÓ FLOR

PRA ENFEITAR TESTEMUNHAS DE ORIXÁ QUE VÃO DANÇAR COM OS FILHOS DE JAH

PANTEÃO SE ATURDIU VENDO VENDO O MUNDO NO JORNAL

O SAGRADO SE RUIU NUMA GUERRA TÃO BANAL

COGITARAM CASTIGAR MAS NÃO

DECIDIRAM QUE É MELHOR LEMBRAR

JESUS LEMBROU O QUE SALVA É O AMOR BUDA SORRIU BEM DENTRO DE CADA UM

E OLORUM EM SILÊNCIO LAMENTOU GAIA CANTOU HARE KRISHNA HARE BOL

8

SHIVA SHAMBO

SHIVA SHIVA SHIVA SHAMBO

MÁHA DÉVA SHAMBO MÁHA DÉVA SHAMBO

9

SHIVA SHAMBO

SHIVA SHIVA SHIVA SHAMBO

MÁHA DÉVA SHAMBO MÁHA DÉVA SHAMBO

A OBÁ INÁ Douglas Germano e Meta Metá

ABRAM CAMINHO PARA O REI SORRIAM EM VEZ DE SE CURVAR

ELE É JUSTIÇA, ELE É A LEI QUE FEZ PRA NOS LEVANTAR

PRA NOS POR EM PÉ, NOS ERGUER E LANÇAR PRA ORUM NOSSO OLHAR

NÃO HÁ JUSTIÇA SE HÁ SOFRER NÃO HÁ JUSTIÇA SE HÁ TEMOR

E SE A GENTE SEMPRE SE CURVAR

KAWÓ KABIECILÈ, XANGÔ OBA INÁ

ABRAM CAMINHO PARA O REI QUE SE ANUNCIA EM UM TROVÃO QUE BRAVO, ESCREVE O QUE ERREI

CUSPINDO FOGO PRO CHÃO LABAREDA PRA EU ME CONSERTAR

FOGO PRA ME AQUECER DE PERDÃO NÃO HÁ JUSTIÇA SEM CEDER NÃO HÁ JUSTIÇA SEM AMOR

E SE A GENTE NUNCA SE ENTREGAR

10

PONTO DE NANÃ Mariene de Castro

OXUMARÊ ME DEU DOIS BARAJÁS

PRA FESTA DE NANÃ BUROKÔ A VELHA DEUSA

DAS ÁGUAS QUER MUGUNZÁ

SEU IBIRI ENFEITADO COM FITAS E BÚZIOS O PONTO PRA ASSENTAR

MANDOU CANTAR Ê, SALUBÁ!

ELA VEM NO SOM DA CHUVA DANÇANDO DEVAGAR SEU IJEXÁ SENHORA DA CANDELÁRIA, ABÁ

PRA TODA A SUA NAÇÃO IORUBÁ

11

PONTO DE NANÃ Mariene de Castro

OXUMARÊ ME DEU DOIS BARAJÁS

PRA FESTA DE NANÃ BUROKÔ A VELHA DEUSA

DAS ÁGUAS QUER MUGUNZÁ

SEU IBIRI ENFEITADO COM FITAS E BÚZIOS O PONTO PRA ASSENTAR

MANDOU CANTAR Ê, SALUBÁ!

ELA VEM NO SOM DA CHUVA DANÇANDO DEVAGAR SEU IJEXÁ SENHORA DA CANDELÁRIA, ABÁ

PRA TODA A SUA NAÇÃO IORUBÁ

QUE BLOCO É ESSE? Ilê Aiyê

QUE BLOCO É ESSE? EU QUERO SABER,

É O MUNDO NEGRO QUE VIEMOS MOSTRA PRÁ VOCÊ (PRÁ VOCÊ)

SOMOS CRIOLO DOIDO SOMOS BEM LEGAL

TEMOS CABELO DURO SOMOS BLACK POWER

BRANCO, SE VOCÊ SOUBESSE O VALOR QUE O PRETO TEM,

TU TOMAVA UM BANHO DE PICHE, BRANCO E FICAVA PRETO TAMBÉM

NÃO TE ENSINO MINHA MALANDRAGEM NEM TÃO POUCO MINHA FILOSOFIA (POR QUÊ?)

QUEM DÁ LUZ AO CEGO É BENGALA BRANCA

E SANTA LUZIA AI, AI MEU DEUS!

12

BENÇA Gustavito

FLOR NO CABELO MENINO MENINA TINTA QUE DA NA TELA

TELA QUE SENTE DELA A CARÍCIA

QUANDO ELA PASSA ELA BRINCA ELA DANÇA ELA MEXE ELA BOLE ELA TRAZ UM PATUÁ

PANOS E PULSEIRAS COLARES TATUAGENS

TINTA QUE DA NA TELA GENTE QUE SE DEDICA A PINTAR, MATERIALIZAR

CORES QUE AGENTE SONHA FORMAS QUE NÃO EXISTEM

Ê MAS QUE BELEZA O QUE PODE ACONTECER

QUANDO UMA GOTA DE TINTA COLORE O FILME DE VIVER

QUANDO A ARTE ENCONTRA A VIDA O QUE PODE ACONTECER

OU TE APONTA UMA FERIDA TE MOSTRA A MARAVILHA

13

BENÇA Gustavito

FLOR NO CABELO MENINO MENINA TINTA QUE DA NA TELA

TELA QUE SENTE DELA A CARÍCIA

QUANDO ELA PASSA ELA BRINCA ELA DANÇA ELA MEXE ELA BOLE ELA TRAZ UM PATUÁ

PANOS E PULSEIRAS COLARES TATUAGENS

TINTA QUE DA NA TELA GENTE QUE SE DEDICA A PINTAR, MATERIALIZAR

CORES QUE AGENTE SONHA FORMAS QUE NÃO EXISTEM

Ê MAS QUE BELEZA O QUE PODE ACONTECER

QUANDO UMA GOTA DE TINTA COLORE O FILME DE VIVER

QUANDO A ARTE ENCONTRA A VIDA O QUE PODE ACONTECER

OU TE APONTA UMA FERIDA TE MOSTRA A MARAVILHA

OPACHORÔ Gilberto Gil

OXALÁ DEUS QUEIRA OXALÁ TOMARA

HAJA UMA MANEIRA DESTE MEU BRASIL MELHORAR

SANTA CLARA QUEIRA QUEIRA SANTA CLARA FALTE UMA BESTEIRA

PR'ESTE CÉU DE ANIL CLAREAR

OXALÁ PAZ OPACHORÔ

HAJA BEM MAIS

OPACHORÔ OXALÁ NÓS OPACHORÔ

NOS BANHEMOS DE LUZ DE LUZ DE LUZ

DE TODOS OS SANTOS E DA GUANABARA

TANTOS MARES, TANTOS QUE AS BAÍAS POSSAM GUARDAR

TODOS OS ENCANTOS TANTA COISA RARA

PRA ENXUGAR OS PRANTOS

SANTA CLARA CLAREIA O SOL

CLARÃO DO SOL

14

FLOR DE JUSTIÇA Gustavito

NASCEU UMA FLOR DE LÓTUS DO LAMAÇAL TODA TERRA VAI TREMER

TREMEU

CORACAO DO MUNDO BATEU NO MEU

TA NA CARA O TEMPO É REI E A VERDADE SEMPRE VEM

MAS O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER

E O MELHOR SILENCIO NAO ME VALEU TODA A NATUREZA SE COMOVEU

NÃO DEU MAIS PRA SEGURAR ROMPEU

FOI MAIS UM SINAL QUE O PLANETA DEU

TUDO VAI SE REVELAR MAS NÃO QUEREM ASSUMIR

QUE ESSE É SÓ O COMEÇO DO BALANÇO E EU NÃO VOU CANTAR O MAL

FAÇO UM CANTO DE LOUVOR QUE VER JUSTIÇA NA TERRA

XANGÔ TROVOADOR CUSPINDO AMOR NO CORAÇÃO

DE QUEM FAZ GUERRA IANSÃ SÓ VAI PARAR

DE CHACOALHAR QUANDO ASSUMIR QUEM É QUE ERRA

15

FLOR DE JUSTIÇA Gustavito

NASCEU UMA FLOR DE LÓTUS DO LAMAÇAL TODA TERRA VAI TREMER

TREMEU

CORACAO DO MUNDO BATEU NO MEU

TA NA CARA O TEMPO É REI E A VERDADE SEMPRE VEM

MAS O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER

E O MELHOR SILENCIO NAO ME VALEU TODA A NATUREZA SE COMOVEU

NÃO DEU MAIS PRA SEGURAR ROMPEU

FOI MAIS UM SINAL QUE O PLANETA DEU

TUDO VAI SE REVELAR MAS NÃO QUEREM ASSUMIR

QUE ESSE É SÓ O COMEÇO DO BALANÇO E EU NÃO VOU CANTAR O MAL

FAÇO UM CANTO DE LOUVOR QUE VER JUSTIÇA NA TERRA

XANGÔ TROVOADOR CUSPINDO AMOR NO CORAÇÃO

DE QUEM FAZ GUERRA IANSÃ SÓ VAI PARAR

DE CHACOALHAR QUANDO ASSUMIR QUEM É QUE ERRA

ESTRELA DO ORIENTE Lui Coimbra

VEM DO ORIENTE CAMINHA UMA ESTRELA QUE VARRE A BEIRA-MAR

POR TODA AMÉRICA ÁFRICA UMA VOZ QUE ME MANDA CANTAR

SAÚDO JESUS E ALAH

PURA IMAGEM DO AMOR CELESTIAL NA TERRA É PLENO CARNAVAL CAMINHO DIVERSO, TÃO IGUAL

RADHA, SARASWATI, DEVA

ERAM NOMES QUE EU DAVA A IEMANJÁ RAMA, GOVINDA, KRISHNA

ERA COMO EU SAUDAVA OXALÁ

FILHO DE GANDHI NASCI HOJE PEDINDO A XANGÔ PRA ABENÇOAR

TODOS OS SERES DA TERRA E QUE UM LÓTUS AZUL POSSA BROTAR

16

EMORIÔ João Donato

Ê-EMORIÔ Ê-EMORIÔ EMORIPAÔ

EMORIÔ DEVE SER

UMA PALAVRA NAGÔ UMA PALAVRA DE AMOR

UM PALADAR

EMORIÔ DEVE SER ALGUMA COISA DE LÁ O SOL, A LUA, O CÉU

PRA OXALÁ

17

EMORIÔ João Donato

Ê-EMORIÔ Ê-EMORIÔ EMORIPAÔ

EMORIÔ DEVE SER

UMA PALAVRA NAGÔ UMA PALAVRA DE AMOR

UM PALADAR

EMORIÔ DEVE SER ALGUMA COISA DE LÁ O SOL, A LUA, O CÉU

PRA OXALÁ

PRABHU AAP JAGO Chandra Lacombe

PRABHU AAP JAGO (x4) PARMAATMA JAGO, MERE SARVE JAGO

SARVATRA JAGO PRABHU AAP JAGO, PARMAATMA JAGO

HEY HEY HEYA, YE YE YE YA

YOGAAWAKE YOGAAWAKING EVERYONE

CEASE THE GAME OF SUFFERING ILLUMINATE THE GAME OF JOY

CEASE THE GAME OF SUFFERING ILLUMINATE THE GAME OF JOY (AWAKE)

YOGAAWAKING ME YOGAAWAKING EVERYWHERE YOGAAWAKING EVERY HEART

CEASE THE GAME OF SUFFERING ILLUMINATE THE GAME OF JOY

CEASE THE GAME OF SUFFERING ILLUMINATE THE GAME OF JOY (AWAKE)

18

BARASU-AYO Ibeyi

BARA SUAYO OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

BARA SUAYO OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

OBBARA SUAYO EKE ESHU ODDARA OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

19

BARASU-AYO Ibeyi

BARA SUAYO OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

BARA SUAYO OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

OBBARA SUAYO EKE ESHU ODDARA OMONIA LAWANA MAMA KENIRAWO E

PATUSCADA DE GANDHI Gilberto Gil

ONDE VAI, PAPAI OJÔ VOU DEPRESSA POR AÍ

VOU FAZER MINHA FOLIA COM OS FILHOS DE GANDHI

A NOSSA TURMA É ALINHADA

SAI DO MEU BLOCO PRA FAZER A PATUSCADA

É MORI, MORIÔ BABÁ

BABÁ, Ô, KILOXÊ JOCÔ

20

FILHOS DE GANDHI Gilberto Gil

OMOLU, OGUM, OXUM, OXUMARÉ TODO O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

IANSÃ, IEMANJÁ, CHAMA XANGÔ OXOSSI TAMBÉM MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

MERCADOR, CAVALEIRO DE BAGDÁ OH, FILHOS DE OBÁ

MANDA DESCER PRA VER

FILHOS DE GANDHI

SENHOR DO BONFIM, FAZ UM FAVOR PRA MIM

CHAMA O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

OH, MEU DEUS DO CÉU, NA TERRA É CARNAVAL

CHAMA O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

21

FILHOS DE GANDHI Gilberto Gil

OMOLU, OGUM, OXUM, OXUMARÉ TODO O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

IANSÃ, IEMANJÁ, CHAMA XANGÔ OXOSSI TAMBÉM MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

MERCADOR, CAVALEIRO DE BAGDÁ OH, FILHOS DE OBÁ

MANDA DESCER PRA VER

FILHOS DE GANDHI

SENHOR DO BONFIM, FAZ UM FAVOR PRA MIM

CHAMA O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

OH, MEU DEUS DO CÉU, NA TERRA É CARNAVAL

CHAMA O PESSOAL MANDA DESCER

PRA VER FILHOS DE GANDHI

AGRADECER E ABRAÇAR Gerônimo

ABRACEI O MAR NA LUA CHEIA

ABRACEI O MAR

ABRACEI O MAR NA LUA CHEIA

ABRACEI O MAR

ESCOLHI MELHOR OS PENSAMENTOS, PENSEI ABRACEI O MAR

É FESTA NO CÉU É LUA CHEIA, SONHEI

ABRACEI O MAR

E NA HORA MARCADA DONA ALVORADA CHEGOU

PARA SE BANHAR

E NADA PEDIU, CANTOU PRA O MAR (E NADA PEDIU)

CONVERSOU COM MAR (E NADA PEDIU) E O DIA SORRIU

UMA DÚZIA DE ROSAS, CHEIRO DE ALFAZEMA PRESENTE EU FUI LEVAR

E NADA PEDI, ENTREGUEI AO MAR (E NADA PEDI)

ME MOLHEI NO MAR (E NADA PEDI) SÓ AGRADECI

22

CANTO PRA OXUM (ORO MIMÁ) Bantos Iguape

QUANDO EU ERA CRIANÇA MINHA MÃE CANTAVA PRA MIM

UMA CANÇÃO YORUBÁ CANTAVA PRA EU DORMIR

UMA CANÇÃO MUITO LINDA QUE O SEU PAI TE ENSINOU TRAZIDA DA ESCRAVIDÃO E CANTADA POR SEU AVÔ

ERA ASSIM:

ORO MIMÁ ORO MIMAIO ORO MIMAIO ABADÔ IEIEO

ESSA CANÇÃO MUITO ANTIGA NO TEMPO DA ESCRAVIDÃO

OS NEGROS EM SOFRIMENTOS CANTAVAM E ALEGRAVAM SEU CORAÇÃO

PRESOS NAQUELAS SENZALAS DANÇANDO IJEXÁ

AQUELA CANÇÃO MUITO LINDA COM OS VERSOS EM YORUBÁ

ERA ASSIM:

ORO MIMÁ ORO MIMAIO ORO MIMAIO ABADÔ IEIEO

CANTAVA QUANDO ERA CRIANÇA FIQUEI HOMEM EU NÃO ME ESQUECI

AQUELA CANÇÃO YORUBÁ

QUE NÃO SAI DE DENTRO DE MIM

23

CANTO PRA OXUM (ORO MIMÁ) Bantos Iguape

QUANDO EU ERA CRIANÇA MINHA MÃE CANTAVA PRA MIM

UMA CANÇÃO YORUBÁ CANTAVA PRA EU DORMIR

UMA CANÇÃO MUITO LINDA QUE O SEU PAI TE ENSINOU TRAZIDA DA ESCRAVIDÃO E CANTADA POR SEU AVÔ

ERA ASSIM:

ORO MIMÁ ORO MIMAIO ORO MIMAIO ABADÔ IEIEO

ESSA CANÇÃO MUITO ANTIGA NO TEMPO DA ESCRAVIDÃO

OS NEGROS EM SOFRIMENTOS CANTAVAM E ALEGRAVAM SEU CORAÇÃO

PRESOS NAQUELAS SENZALAS DANÇANDO IJEXÁ

AQUELA CANÇÃO MUITO LINDA COM OS VERSOS EM YORUBÁ

ERA ASSIM:

ORO MIMÁ ORO MIMAIO ORO MIMAIO ABADÔ IEIEO

CANTAVA QUANDO ERA CRIANÇA FIQUEI HOMEM EU NÃO ME ESQUECI

AQUELA CANÇÃO YORUBÁ

QUE NÃO SAI DE DENTRO DE MIM

É D'OXUM Gerônimo

NESSA CIDADE TODO MUNDO É D'OXUM HOMEM, MENINO, MENINA, MULHER

TODA A CIDADE IRRADIA MAGIA

PRESENTE NA ÁGUA DOCE

PRESENTE NA ÁGUA SALGADA

E TODA A CIDADE BRILHA

SEJA TENENTE OU FILHO DE PESCADOR OU IMPORTANTE DESEMBARGADOR

SE DER PRESENTE É TUDO UMA COISA SÓ A FORÇA QUE MORA N'ÁGUA NÃO FAZ DISTINÇÃO DE COR

E TODA A CIDADE É D'OXUM

É D'OXUM É D'OXUM

EU VOU NAVEGAR EU VOU NAVEGAR

NAS ONDAS DO MAR EU VOU NAVEGAR

NAS ONDAS DO MAR

24

IJEXA Clara Nunes

FILHOS DE GANDHI, BADAUÊ YLÊ AYIÊ, MALÊ DEBALÊ, OTUM OBÁ

TEM UM MISTÉRIO QUE BATE NO CORAÇÃO FORÇA DE UMA CANÇÃO

QUE TEM O DOM DE ENCANTAR

SEU BRILHO PARECE UM SOL DERRAMADO UM CÉU PRATEADO

UM MAR DE ESTRELAS

REVELA A LEVEZA DE UM POVO SOFRIDO DE RARA BELEZA

QUE VIVE CANTANDO PROFUNDA GRANDEZA

A SUA RIQUEZA VEM LÁ DO PASSADO DE LÁ DO CONGADO EU TENHO CERTEZA

FILHAS DE GANDHI Ê POVO GRANDE OJULADÊ, KATENDÊ, BABÁ OBÁ

NETOS DE GANDHI POVO DE ZAMBI TRAZ PRA VOCÊ

UM NOVO SOM: IJEXÁ

25

IJEXA Clara Nunes

FILHOS DE GANDHI, BADAUÊ YLÊ AYIÊ, MALÊ DEBALÊ, OTUM OBÁ

TEM UM MISTÉRIO QUE BATE NO CORAÇÃO FORÇA DE UMA CANÇÃO

QUE TEM O DOM DE ENCANTAR

SEU BRILHO PARECE UM SOL DERRAMADO UM CÉU PRATEADO

UM MAR DE ESTRELAS

REVELA A LEVEZA DE UM POVO SOFRIDO DE RARA BELEZA

QUE VIVE CANTANDO PROFUNDA GRANDEZA

A SUA RIQUEZA VEM LÁ DO PASSADO DE LÁ DO CONGADO EU TENHO CERTEZA

FILHAS DE GANDHI Ê POVO GRANDE OJULADÊ, KATENDÊ, BABÁ OBÁ

NETOS DE GANDHI POVO DE ZAMBI TRAZ PRA VOCÊ

UM NOVO SOM: IJEXÁ

CANTO DE OXUM Toquinho

NHEM-NHEM-NHEM NHEM-NHEM-NHEM-XORODÔ

É O MAR, É O MAR FÉ-FÉ XORODÔ

XANGÔ ANDAVA EM GUERRA, VENCIA TODA A TERRA,

TINHA, AO SEU LADO, IANSÃ PRA LHE AJUDAR

OXUM ERA RAINHA, NA MÃO DIREITA TINHA

O SEU ESPELHO, ONDE VIVIA A SE MIRAR

QUANDO XANGÔ VOLTOU, O POVO CELEBROU

TEVE UMA FESTA QUE NINGUÉM MAIS ESQUECEU

TÃO LINDA OXUM ENTROU, QUE VEIO O REI XANGÔ

E A COLOCOU NO TRONO ESQUERDO AO LADO SEU

IANSÃ, APAIXONADA, CRAVOU A SUA ESPADA NO LUGAR VAGO QUE ERA

O TRONO DA TRAIÇÃO

CHAMOU UM TEMPORAL E, NO PAVOR GERAL, CORREU DALI, GRITANDO

A SUA MALDIÇÃO: "EPARREI, IANSÃ!"

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

Esta é apenas uma pré-visualização

3 shown on 42 pages

baixar o documento