Seleção de embriões e engenharia genética, Slides de Biogenética e Computadores. Universidade Federal Fluminense (UFF)
lilianssalves
lilianssalves22 de Abril de 2015

Seleção de embriões e engenharia genética, Slides de Biogenética e Computadores. Universidade Federal Fluminense (UFF)

PPTX (388 KB)
20 páginas
844Número de visitas
Descrição
Reprodução assistida e a ética sobre o assunto
20pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 20
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento

SELEÇÃO DE EMBRIÕES E ENGENHARIA

GENÉTICA

Profª: Rita Paixão e Isabela Lobo Alunas: Bruna Marcela

Lílian Alves Maíra Ingrid

2014.1

SELEÇÃO DE EMBRIÕES  A seleção embrionária é feita pelo

material genético do embrião e denomina-se diagnóstico pré- gestacional(PGD).

 No Brasil, o Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamenta que embriões podem ser submetidos a esse diagnóstico, porém é obrigatório o consentimento informado do casal.

 Para a biópsia, é retirada uma blastômera através de um orifício criado na zona pelúcida.

Diagnóstico Pré- Implantacional

Doenças Genéticas

Características imunológicas

Sexo da criança

DOENÇAS GENÉTICAS São realizadas análises, para que o embrião implantado no útero da futura mãe não venha desenvolver algum defeito nos cromossomos que acarrete alguma mal formação fetal. Essa avaliação gera vantagens ao casal com risco de doenças genéticas, porém eticamente existem objeções, visto que a manipulação de embriões pode acarretar lesões e morte embrionária ou até mesmo um descarte inadequado dos “defeituosos”.

SELEÇÃO IMUNOLÓGICA Consiste em determinar uma característica imunológica que venha ser útil a algum ser humano já nascido. O questionamento ético básico é de que o embrião seria usado como um meio e não como o fim em si mesmo.

SEXO DA CRIANÇA A seleção de sexo é justificada quando se utiliza a fim de evitar transtornos genéticos ligados ao sexo. Essa é feita através da separação de espermatozoides masculinos (Y) ou femininos (X) ou pela identificação genética da biopsia de células embrionárias. O questionamento é feito quanto a escolha do sexo. No Brasil o CFM recomenda que as técnicas de reprodução assistida não se utiliza com o fim de selecionar o sexo ou qualquer outra característica do filho futuro, exceto nos casos de doenças genéticas ligada ao sexo.

CASOS OCORRIDOS PELO MUNDO

COMO FAZER SUPER BEBÊS  “Em 2009, um casal inglês deu à luz uma menina. A garotinha

nasceu bonita e saudável. Mais do que o normal, foi a primeira criança a ser curada de uma doença letal antes mesmo de nascer. Naquela família, 3 gerações de mulheres já haviam desenvolvido câncer de mama. A chance de que a menininha também o tivesse era alta. Mas, num projeto pioneiro, os cientistas do University College Hospital de Londres analisaram o material genético dos pais da menina. Usando técnicas de fertilização in vitro, criaram 11 embriões. Desses 11, foram escolhidos 2 - que não possuíam o gene BRCA1, que, após uma mutação, pode ocasionar câncer de mama. Esses embriões foram implantados no útero da mãe. Um dos embriões vingou, se transformou em feto e, 9 meses depois, a garotinha vinha ao mundo: antes mesmo de nascer, protegida do câncer. 

 O procedimento, que se chama Diagnóstico Pré-Implantacional (DPI), permite escanear o DNA de embriões com poucos dias de vida retirando uma célula deles. Com o DPI, já é possível escolher o sexo do bebê e selecionar embriões livres de mais de 300 doenças e anormalidades genéticas. No futuro, ele também poderá ser usado para escolher a cor dos olhos e dos cabelos e várias outras características - gerando bebês potencialmente imunes a problemas como miopia e diabetes.”

TRÊS CASAIS TENTAM SELEÇÃO DE EMBRIÃO  “Três casais brasileiros estão com processos de seleção de

embrião em andamento na tentativa de ter filhos sem doenças que sejam compatíveis com os irmãos para tentar curá-los por meio de um transplante de sangue de cordão umbilical.

 O casos esta sendo realizado no RDO Diagnósticos pelo geneticista Ciro Dresh Martinhago - o mesmo conseguiu selecionar um embrião sem talassemia e também 100% compatível com a irmã para a realização do transplante, conforme o Estado revelou ontem.

 A bebê Maria Clara Reginato Cunha nasceu no sábado passado em São Paulo para tentar salvar Maria Vitória, que tem 5 anos e sofre de talassemia major.”

 "Apesar de a Maria Vitória ter a doença controlada com as transfusões e a medicação, fomos buscar uma possível cura porque ela chora toda vez que tem de fazer transfusão. Soubemos da possibilidade da gravidez planejada e decidimos fazer, mesmo que fosse fora do Brasil", conta a mãe das meninas.

DNA NO COMBATE AO ENVELHECIMENTO

 “Através de um exame de DNA, realizado com uma amostra bucal retirada da parte interna da bochecha, é possível descobrir os pontos fortes e fracos da pele. Podendo se saber se uma pessoa está geneticamente predisposta para rugas prematuras ou até mesmo se ela tem uma proteção ao sol maior do que os outros.

 O exame, intitulado DNAage, usa as informações recolhidas a partir do para identificar a saúde genética da pele. São analisadas cinco áreas: rugas, flacidez cutânea, manchas, inflamação e envelhecimento da pele. 

 Para cada ponto fraco da pele identificado, indica-se um tipo de tratamento. Por exemplo: para evitar rugas, o índice de glicêmico diário de consumo deve ser diminuído. O açúcar é o vilão número 1 das rugas.”

“ CABRAS ARANHAS”  A seda da aranha tem milhões de usos, tem sido pesquisada

para uso em coletes à prova de balas, tendões artificiais, ligaduras, chips de computador e até mesmo cabos de fibra óptica. Mas a colheita de seda suficiente para tais usos requer dezenas de milhares de aranhas e muito tempo de espera, para não mencionar o fato de que elas tendem a matar umas as outras se colocadas juntas.

 Sendo assim, os pesquisadores estão se voltando para as cabras, o único animal do mundo que poderia melhorar por ter mais DNA de aranha. Randy Lewis, da Universidade de Wyoming (EUA), isolou os genes que produzem o tipo mais forte de seda, usada quando as aranhas ancoram suas teias (a maioria das aranhas produzem seis tipos diferentes de seda), e os misturou com os genes usados por cabras para a produção de leite. Três dos sete cabritinhos da cabra original do experimento mantiveram o gene de produção de seda. Tudo o que resta fazer agora é tirar leite das cabras e filtrar a seda da aranha.

E COMO FICA A ÉTICA NESTES CASOS?  No Brasil, não existe ainda nenhuma

legislação que regulamente os procedimentos de reprodução assistida.

 Resolução 1358/923 do CFM: apesar de não ter força de lei, oferece orientações éticas para utilização das novas tecnologias reprodutivas nas clínicas de fertilização.

NÃO-DIRETIVO  O aconselhamento genético deve ser

não-diretivo.  Adequada a não-diretividade quando

associada a noção de imparcialidade  Inadequada quando associada a de

neutralidade, de não envolvimento, de negação dos valores pessoais;

UMA DISCUSSÃO PROFUNDA SOBRE SELEÇÃO DE EMBRIÕES  O livro A ética do uso e da seleção de

embriões (Série Ethica), de Lincoln Frias

TEXTO UTILIZADO PELA IBM BASEANDO-SE NAS IDÉIAS DE KARL POPPER.  “Nós não fomos capazes de responder a

todos os nossos problemas, na verdade, não respondemos completamente a nenhum deles. As respostas que obtivemos serviram apenas para levantar um novo conjunto de questões. De alguma forma, nos sentimos tão confusos quanto antes, mas pensamos que estamos confusos em nível muito mais elevado e sobre coisas mais importantes.”

 O tema é polêmico: o desenvolvimento da engenharia genética e da biotecnologia trará muitas questões sobre a seleção de embriões reacendendo os temores sobre os limites entre um melhoramento genético moralmente aceitável e práticas eugênicas.

“Seus filhos não são seus filhos. São os filhos e filhas da Vida desejando a si mesma. Eles vêm através de vocês, mas não de vocês. E embora estejam com vocês, não lhes pertencem. Vocês podem lhes dar amor, mas não seus pensamentos, pois eles têm seus próprios pensamentos. Vocês podem abrigar seus corpos mas não suas almas, pois suas almas vivem na casa do amanhã, que vocês não podem visitar, nem mesmo em seus sonhos. Vocês podem lutar para ser como eles, mas não procurem torná-los iguais a vocês. Vocês são o arco de onde seus filhos são lançados como flechas vivas.”

Khalil Gibran

Obrigada!

OBRAS CONSULTADAS  http://veja.abril.com.br/blog/genetica/tag/

dpi/  http://super.abril.com.br/ciencia/como-f

azer-super-bebes-677777.shtml  http://hypescience.com/10-casos-insanos-

de-engenharia-genetica/  http://www.negocioestetica.com.br/dna-n

o-combate-ao-envelhecimento-a-genetica- a-seu-favor/

 http://www.estadao.com.br/noticias/impre sso, tres-casais-tentam-selecao-de-embriao ,836460,0.htm

 http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/ 10/11/pesquisa-e-sele%C3%A7%C3%A3o- de-embri%C3%B5es-humanos/

 http://www.pucrs.br/bioetica/cont/marian gela/bioeticaereproducao.pdf

 http://www.portalmedico.org.br/resoluc oes/CFM/2013/2013_2013.pdf

comentários (0)
Até o momento nenhum comentário
Seja o primeiro a comentar!
Esta é apenas uma pré-visualização
3 shown on 20 pages
baixar o documento