Sistema Urinário - Medicina Veterinária, Esquemas de Anatomia e Fisiologia Animal
inaemical
inaemical

Sistema Urinário - Medicina Veterinária, Esquemas de Anatomia e Fisiologia Animal

4 páginas
1Números de download
49Número de visitas
Descrição
Sistema urinário dos animais domésticos para ensino superior
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 4
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 4 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 4 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 4 páginas
Baixar o documento
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 4 páginas
Baixar o documento

SISTEMA URINÁRIO

COMPOSTO POR: - um par de rins (órgãos que formam a urina a partir do sangue)

- ureteres (que conduzem a urina a partir dos rins)

- bexiga (onde a urina é armazenada até que seja eliminada)

- uretra (por onde a urina chega ao meio exterior)

RINS

Principal função: manutenção do meio interno (filtração no volume de plasma)

Função endócrina: produção e liberação dos hormônios renina (regula a pressão

sanguínea sistema) e eritropoietina (influencia a eritropoiese) – produzidos dentro do

complexo justo glomerular

Outras funções: eliminação de substâncias residuais

reabsorção de substâncias úteis

Localização: encontrados pressionados contra o teto do abdome, um de cada lado da coluna vertebral e predominantemente na região lombar, embora geralmente se

localizem mais à frente, sub as últimas costelas. Essa posição se altera com os

movimentos do diafragma a cada respiração. O rim direito é mais cranial (exceto no

suíno). O rim esquerdo sem é mais móvel e mais propenso a deslocamentos no

abdome. O rim esquerdo e penduloso dos ruminantes é deslocado para a metade

direita (penduloso) do abdome ao grande desenvolvimento do estômago (rúmen). De

forma geral, os rins comprimidos contra o teto do abdome são amplamente

retroperitoniais, enquanto aqueles suspensos em um nível mais baixo apresentam uma

cobertura mais extensa.

Estrutura: superfície ligeiramente convexa, com exceção de uma depressão na margem

medial → seio renal.

Cada pirâmide medular, juntamente e com seu córtex associado, constitui um lobo

renal. Rins que apresentam essa organização são denominados multipiramidais. Em

alguns rins, com dos bovinos, os limites entre os lobos são evidenciados pelas fissuras

que penetram a partir da superfície; em outros incluindo a dos suínos, não há

evidência externa de lobação.

Anatomia: consistência fina, cor vermelho-acastanhado, forma variada

Carnívoros

e peq. ruminantes:

Equino: Suíno Bovino:

Formato de feijão Direito - coração

Esquerdo -triângulo

equilátero

Achatado e

alargado

dorsoventralmente

Superfície lobada

externamente e o

esquerdo apresenta

uma torção

NÉFRONS

Unidades funcionais dos rins.

O glomérulo e seu revestimento epitelial formam o corpúsculo renal.

Túbulo contorcido proximal → alça do néfron (descendente / ascendente) → túbulo

contorcido distal → túbulo coletor → ducto papilar

Vascularização: cada rim é irrigado pela artéria renal (ramo da artéria aorta)

Aorta abdominal → artéria renal → artérias interlobares→ artérias arqueadas →

artérias interlobares → ramos glomerulares (arteríolas aferentes e eferentes) →

capilares glomerulares → rede capilar

URETER

Bovinos: é formado pela união das passagens curtas que saem dos cálices e confinam

as papilas renais individuais

Na maioria das espécies domésticas, o ureter tem início em uma expansão comum, a

pelve renal, dentro da qual todos os ductos papilares se abre

Túbulo musculo membranoso

Calibre uniforme

Divisão: parte abdominal / pélvica / intramural

Localização: lateral-sagital

dorsal a bexiga urinária

abre-se no colo da bexiga urinária

A pelve renal é parte expandida do ureter

Localizado no seio renal

Pelve renal de cães e gatos – moldada na crista renal

Carnívoros e peq.

ruminantes

Equino Suíno Bovino

Recessos da pelve renal Recessos terminais

Desembocadura da

maioria dos ductos

papilares

Apresenta pelve

renal

Cálices renais

Não apresentam

pelve renal

BEXIGA URINÁRIA

Reservatório dilatável – não apresenta tamanho, posição ou relações constantes

Pequena e globular quando completamente contraída

Contraída apoia-se nos ossos púbicos

Grandes: confinada a cavidade pélvica

Carnívoros: se estende até o abdome

Quando aumenta de tamanho, tem formato de pera

Divisão: corpo / ápice / colo (permanece fixo na pelve por meio de sua continuação

com a uretra)

Ligamentos: 2 ligamentos vesicais laterais

2 ligamentos vesicais redondos

1 ligamento vesical mediano

artérias umbilicares

Anatomia interna: óstios uretrais

óstio uretral interno

trigono vesical

URETRA

Função: transporte de urina

Feminina: curta

Projeta-se caudalmente ao assoalho pélvico

Masculino: porção pélvica – pré prostática / prostática

Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 4 páginas
Baixar o documento