trabalho de Farmacofisiologia, Exercícios de Casos-Estudo Integrados. Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO)
waldir-teixeira
waldir-teixeira

trabalho de Farmacofisiologia, Exercícios de Casos-Estudo Integrados. Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO)

1 página
56Número de visitas
Descrição
avs Caso Clinico de farmaco em grupo
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização1 página / 1
Baixar o documento

Curso / Campus: Farmácia – Campus Caxias Disciplina-Turma: Farmacofisiologia II - EFA105-01 Casos Clínicos Professor: Bruno Lemos Cons Data: Alunos(a): Matrícula:

Caso 1- Paciente T.F.C., mulher, 29 anos, lactante, começou com tosse intermitente e febre a 4 dias. Após realizar consulta médica ficou diagnosticada com uma infecção respiratória. O fármaco prescrito foi amoxicilina 500 mg, 2 x ao dia, por 7 dias para resolução do problema. Entretanto na primeira dose a paciente começou a desenvolver urticária pelo corpo todo. Ao chegar em uma emergência é enquadrada na sala vermelha, onde e prescrito Prometazina. Logo após alguns minutos de infusão da medicação a paciente começa a reduzir as urticárias. Relacionado ao caso responda as questões abaixo:

a) Qual o mecanismo de ação da Prometazina? De que maneira ele contribuiu para reduzir a crise alérgica? b) Logo após tomar a medicação ela amamenta seu filho que dorme durante horas. Explique por que o filho

dormiu por horas e sugira um medicamentos substituto para que continue o tratamento.

Caso 2 - Um homem de 85 anos, asmático, hipertenso, resolve viajar para Gramado para comemorar 65 anos de casado. Ao chegar a cidade, onde passaria 20 dias, desenvolveu uma inflamação na garganta devido a diferença de temperatura entre o Rio de Janeiro e Gramado. Assim encaminhou-se à farmácia e adquiriu Cetoprofeno 50 mg onde decidiu tomar 3 x ao dia. No 4º dia em Gramado começou a sentir falta de ar, broncoespasmo e aumento de secreção, desenvolvendo assim crise asmática. Com isso foi direcionado à um hospital na cidade para tratamento. Relacionado ao caso responda as questões abaixo:

a) Qual o mecanismo de ação do Cetoprofeno? b) De que maneira ele contribuiu para a crise asmática? Sugira um medicamendo para substituição em que não

apareça outra crise asmática.

Caso 3 - Paciente T.H.H, de 5 anos de idade, ao visitar sua avó no sítio da família acaba sendo picada no rosto por uma abelha enquanto brincava com sua prima. Após alguns minutos ela desenvolveu inchaço local intenso, vermelhidão e dor local, como observado na foto abaixo. Com base nisso responda as questôes propostas.

a) Qual antihistamínico poderia ser utilizado para melhora ds sintomas rapidamente da paciente? b) Qual o problema do uso de antihistaminicos envodenosos? c) Qual antihistamínico a paciente poderia utilizar após a alta para tratamento e que não causasse os problemas

do medicamento injetável?

Caso 4 - Paciente T.F.C.C., mulher, 40 anos, solteira, foi internada para realizar cirurgia de redução de estômago. Durante a cirurgia a paciente desenvolveu sangramento intermitente sem causa aparente. Após a cirurgia o médico que realizou a operação questionou o corpo de enfermagem sobre as medicações que a paciente havia usado. Ao observar a prescrição percebeu que ela fez uso de acido acetilsalicílico 100 mg, ticlopidina 250 mg, enoxiparina 40 UI logo antes da cirurgia. Levando em consideração o caso acima responda a questão:

a) Qual o mecanismo de ação do ácido acetilsalicílico, da ticlopidina e da enoxiparina. Relacionando um efeito colateral destes fármacos.

Caso 5 - Paciente R.R., mulher, 19 anos, entrou em trabalho de parto e durante a operação desenvolveu coagulação

intravascular disseminada. O cirurgião solicitou a farmácia satélite no centro cirúrgico o ácido epsilon aminocapróico a fim de melhorar a condição da paciente. Logo após a cirurgia R.R. foi para o CTI para ser observada com cautela. A partir deste caso responda por que após a utilização do ácido epsilon aminocapróico a paciente resolveu a coagulação intravascular disseminada, ressaltando seu mecanismo de ação e uso criterioso em qual grupo de pacientes.

Até o momento nenhum comentário
Baixar o documento