Trabalho de metodologia pós graduação 3º fichamento, Pesquisas de Metodologia da Investigação. Universidade Estácio de Sá (Estácio)
glau_lima
glau_lima24 de maio de 2016

Trabalho de metodologia pós graduação 3º fichamento, Pesquisas de Metodologia da Investigação. Universidade Estácio de Sá (Estácio)

DOCX (32 KB)
2 páginas
1Números de download
482Número de visitas
Descrição
Trabalho de metodologia
20 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
baixar o documento
Pré-visualização2 páginas / 2
baixar o documento

Pós Graduação em Psicologia Jurídica Disciplina: Metodologia do Trabalho Cientifico Professor: Alberto Sá Aluno: Glaudemir Simplicio de Lima 30 de Janeiro de 2014

3º FICHAMENTO

1. Tema: Adolescente em conflito com a lei.

2. Sub-tema: Uma revisão dos fatores de risco para a conduta infracional.

3. Referência: 1. GALLO, Alex Eduardo; WILLIAMS, Lúcia Cavalcante de A. Adolescente em

conflito com a lei: Uma revisão dos fatores de risco para a conduta infracional. PEPSIC - Periódicos eletrônicos em psicologia, São Carlos-SP, v. 7, n. 1, p. 81-95, jun. 2005. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php? pid=S1516-36872005000100007&script=sci_arttext.> Acesso em: 28 jan. 2014.

4. Objetivo das obras: Está obra tem como objetivo apresentar uma revisão dos fatores de risco associados à

prática infracional em adolescentes, a partir de publicações entre 1997 e 2003. Neste trabalho são identificados e explorados fatores de risco que conduzem o jovem a resultados negativos e indesejáveis ao seu desenvolvimento, e estão presentes, sobretudo no ambiente familiar e social, apontado a violência como o principal efeito causado pelo falta de cuidado com o adolescente. De forma bem passageira, este artigo, busca explorar alguns fatores de proteção do menor.

5. Resultado dos dados obtidos: Os fatores de risco como problemas na família e na escolar, desigualdades sociais,

incisivo à violência, baixa renda, problemas afetivos, dentre outros, conduzem os adolescente a um comportamento desordenado, gerando a violência e a marginalização. Dados de pesquisas identificam também que para cada fator de risco existe um fator de proteção, capaz de contribuir, ou para manter um comportamento socialmente adequado.

Dos fatores de risco mais agressivos para os adolescentes, destacamos a violência família, as dificuldades de aprendizagem, a violência no meio social, o consumo de drogas e a pobreza. Diante de experiências negativas, os jovens tendem agir violentamente como tentativa que buscar respostas para sua situação.

Apenar de tantos fatores positivos, podemos afirmar que o desenvolvimento humano é resultado da interação de diversos fatores de proteção ou de risco. Desta forma quanto maior for a prazer de viver boas experiências, mas o jovem poderá ser realizado e ajustado diante da sociedade. 6. Palavras-chave: Adolescente infrator; fator de risco; prática infracional.

7. Localização da Obra: Internet.

comentários (0)

Até o momento nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar!

baixar o documento