Tuberculose, Notas de estudo de Fisioterapia
taioana-cristina-11
taioana-cristina-11

Tuberculose, Notas de estudo de Fisioterapia

21 páginas
21Números de download
1000+Número de visitas
Descrição
tuberculose conceito
30 pontos
Pontos de download necessários para baixar
este documento
Baixar o documento
Pré-visualização3 páginas / 21
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 21 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 21 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 21 páginas
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 21 páginas
Apresentação do PowerPoint

Discentes:

• Alecsandra Martins • Joice Ribeiro • Maria Angélica • Magna Valéria • Taioana Cristina Maciel • Tatiana Martins

• Docente: Alex Augusto Ferreira

Histórico  O pesquisador alemão Robert Koch que descobriu o

micróbio causador da tuberculose, o Mycobacterium Tuberculosis.

62 anos após começaram a ser produzidos medicamentos capazer de eliminar o bacilo.

No Brasil, ele se originou com a vinda dos navegantes, e se agravou com o hábito de fumar dos índios.

Entre1850 e 1950 a tuberculose causou a morte de 1 bilhão de pessoas.

Conceito

Epidemiologia • O Brasil é o 16º país com maior incidência de tuberculose no mundo,

• Atualmente 1/3 da população mundial está infectada pelo bacilo de Koch.

• Porto velho tem hoje o maior número de casos de Tuberculose confirmado pela Agevisa: 388 em 2016, Ariqueme 35; Ji-paraná 25; Cacoal 24, Guajará-Mirim 19.

• Segundo Nilda de Oliveira Barros coordenadora estadual do programa de controle de tuberculose, 65% dos casos que foram registrados estão concentrados em porto velho com maior registro no centro de medicina tropical de Ro (Cemetron).

Histopatologia

TUBERCULOSE PRIMÁRIA

TUBERCULOSE SECUNDÁRIA

TUBERCULOSE EXTRAPULMONAR

TUBERCULOSE MILIAR

Tuberculose Cutânea

Lesão nodular ulcerada, crônica e recidivante localizada na face posterior das pernas.

Tuberculose do SNC • Em A, aracnoidite basilar caracterizada

por imagem espontaneamente densa em topografia das cisternas da base (Setas).

• Em B, aspecto anátomo-patológico descrito em A.

• Em C, hidrocefalia como consequência de processo tuberculoso crônico.

• Em D, cavidades intraparenquimatosas cerebrais de origem tuberculosa.

• (As imagens são de pacientes diferentes).

Diagnóstico

• Baciloscopia; • Cultura; • Raio-x; • Tomografia

Tratamento

Caso Clínico

• R.M.S • 34 ANOS • MASCULINO • NEGRO • SOLTEIRO (sem parceiro

fixo) • Mora na zona rural

Queixa principal

• Tosse seca persistente por mais de 3 semanas.

História da doença atual

• Paciente relata: • Tosse seca sem muco, • Calafrios ao final da tarde, • Febre baixa e vespertina • Emagrecimento de 3kg em 1 mês • Sudorese noturna

Exames Solicitados

• Radiografia torácica P.A com lesão escavada em ápice do lobo superior direito.

• Baciloscopia do escarro (positiva em 2 amostras)

• Cultura do escarro (presença do bacilo de Koch) mediante NBZ salina hipertônica

• Anti-HIV (método de Elisa 1 e 2) “negativo”

Diagnóstico

TUBERCULOSE

FIM!

Até o momento nenhum comentário
Esta é apenas uma pré-visualização
3 mostrados em 21 páginas